João Pessoa 19/02/2019

Início » Destaque » Onyx defende que militares fiquem fora de reforma da Previdência

Onyx defende que militares fiquem fora de reforma da Previdência

Afirmou que disponibilidade é permanente ‘Nunca se aposentam’, disse o ministro

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em entrevista no estúdio do Poder360Sérgio Lima/Poder360

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse neste sábado (19.jan.2019), em entrevista ao SBT, que os militares devem ficar de fora da reforma da Previdência.

“Temos que ter clareza que em todos os países do mundo os militares têm 1 tratamento diferente”, disse. “Eles são diferentes, na medida em que nunca se aposentam, vão para a reserva, em permanente disponibilidade.”

O ministro afirmou que o Congresso não terá “margem muito grande” para fazer ajustes no texto da reforma. A proposta será enviada ao Congresso e deputados e senadores terão a prerrogativa para fazer mudanças no texto.

Mas o ministro afirmou que não será como no governo de Michel Temer onde havia espaço para desidratação no projeto. “Não é como foi no governo Temer, que tinha um pacote obeso, aí foi desmilinguindo”, disse.

A afirmação de Onyx vem 3 dias depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, principal responsável pela área econômica, defender a inclusão dos militares na reforma.

Segundo Guedes, os militares “sabem que a reforma da Previdência sem eles perde muito”. Em conversa com interlocutores, Guedes disse: “É aquele negócio: liderar pelo exemplo, essa expressão. É importante para eles [militares]”.

Poder360