Operação Cronos: Polícia já prendeu 23 suspeitos de feminicídios e homicídios na Paraíba

Operação Cronos: Polícia já prendeu 23 suspeitos de feminicídios e homicídios na Paraíba

Até o final da manhã desta sexta-feira (24), 23 mandados de prisão expedidos pela Justiça da Paraíba já haviam sido cumpridos durante a operação Cronos. A ação, comandada pelo Ministério da Segurança Pública, foi deflagrada simultaneamente em todo o país e deverá se estender até o final desta sexta-feira.

Dos 23 presos que estavam sendo procurados pela Justiça da Paraíba, 22 foram encontrados nas cidades de João Pessoa (5), Alhandra (1), Belém (3), Campina Grande (4), Patos (4) e Itaporanga (2). Outros quatro homens com mandados de prisão expedidos pela Comarca de Piancó (PB).

Desde as primeiras horas da manhã, policiais civis de todo o país estão nas ruas cumprindo mandados de prisão decretados contra suspeitos por crimes de homicídios e feminicídios. A Polícia Civil de cada Estado brasileiro foi acionada pelo Ministério da Segurança para sair em campo nas primeiras horas desta sexta-feira, a fim de cumprir as ordens judiciais. Com isso, o governo federal pretende reduzir o índice de violência, principalmente contra as mulheres.

De acordo com Isaías Gualberto, delegado adjunto da Delegacia Geral de Polícia Civil da Paraíba, todos os presos respondem a processos por crimes de homicídios. Após serem identificados e rendidos pelos policiais, eles foram levados para as delegacias das cidades onde ocorreu a prisão. “Os custodiados ficarão nessas delegacias até serem apresentados ao juiz durante a audiência de custódia, que ocorrerá nas comarcas responsáveis pela região onde se deu a prisão”, afirmou o delegado.

Segundo o delegado Antônio de Arruda Brayner Neto, assessor técnico da Delegacia Geral da Polícia Civil da Paraíba, as equipes de policiais paraibanos ainda permanecem nas ruas e outras prisões deverão ocorrer até o final do dia desta sexta-feira (24).

ParlamentoPB