Operação “Detox” prende 11 pessoas por estupro, assalto, violência doméstica e tentativa de homicídio

Operação “Detox” prende 11 pessoas por estupro, assalto, violência doméstica e tentativa de homicídio

A Polícia Civil da Paraíba concluiu nesta sexta-feira (24) a operação “Detox” e terminou com a prisão de onze pessoas acusadas de crimes, que envolvem porte ilegal de arma de fogo, estupro de vulnerável, assalto, furto qualificado, violência doméstica e tentativa de homicídio.

As prisões começaram a ser realizadas desde o início desta semana, pelas equipes das Delegacia de Pocinhos, situada no interior do Estado.

De acordo com o delegado Danilo Orengo, as prisões foram determinadas pela justiça,
após investigações apontarem a participação dos envolvidos nos crimes.

Foram cumpridos mandados de prisão contra Antônio da Costa Araújo e Arthur Pereira Reis. Os dois foram autuados por prática de violência doméstica. Dallyson Florêncio Porto foi preso por porte ilegal de armas de fogo. José Marconi Ramos, Esmael dos Santos e Lucas Ferreira dos
Santos perderam a liberdade por descumprir medidas protetivas.

Geylton Felício de Melo fo preso por roubo qualificado e Fabiano Rodrigues e Antônio Severino dos Santos tiveram a prisão decretada por prática de estupro. O último preso foi Alexsandro Faustino Rodrigues, mais conhecido como “Sepu”, que teve foi preso por tentativa de homicídio.

Além do cumprimento de mandados, os policiais também realizaram prisões em flagrante delito.

Cícero José dos Santos foi preso por conduzir veículo sob efeito de álcool e Severino Ramos de Oliveira foi autuado por furto qualificado.Os investigadores ainda apreenderam um adolescente por porte ilegal de arma de fogo.

Para o delegado Danilo Orengo, as prisões são resultados dos trabalhos da Polícia Civil e buscam gerar mais tranquilidade e segurança à população.

ParlamentoPB