Oposição anuncia Adin contra votação de empréstimo na ALPB

bruno-cunha-lima-310x245-1O deputado estadual, Bruno Cunha Lima (PSDB), disse, nesta terça-feira (12), em contato com o Portal MaisPB, que a oposição deverá protocolar Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) para questionar o trâmite do projeto, aprovado no último dia 15, pela Assembleia Legislativa autorizando o Estado contrair empréstimo de R$ 700 milhões junto ao Banco do Brasil “para realização de obras na área de Infraestrutura, a exemplo de adutoras e estradas”.

De acordo com Bruno Cunha Lima, esse é mais um exemplo de manobra do governo do Estado que dá vez à judicialização do processo legislativo. Ele explicou que como a situação foi muito ágil em aprovar o projeto “atropelando o trâmite normal da Casa”, a iniciativa só poderá ser questionada na esfera judicial. “Como a Adin não pode ser uma iniciativa de um deputado de forma isolada, estamos facultando ao PSC, ao PP e a todos os partidos que compõem a oposição a subscrição dessa ação”, revelou.

O tucano disse ainda que a bancada oposicionista deverá se reunir nos próximos quinze dias para definir as estratégias do grupo para este ano.

MaisPB