Oposição na ALPB não teme perder deputados para situação

bruno eAs investidas dos governistas para atrair os deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba não estão sendo bem vistas por alguns parlamentares da Casa, que apesar de não temerem diminuir de tamanho, lamentam o assédio constante dos socialistas.

O deputado novato Bruno Cunha Lima, do PSDB, por exemplo, deixou claro que se elegeu pela oposição e vai permanecer nela, mas lamentou a tentativa do governo de querer controlar o legislativo.

“Infelizmente o governo tenta desconstruir, passar para oposição, aquilo que é uma pratica sua, que é o governo do eu quero, eu posso e eu mando, ele pensa que pode controlar tudo e a todos, o que de fato não é verdade, aqui dentro da ALPB tem homens e mulheres que tem postura e que tem firmeza, que se elegeram pela oposição e pela oposição vão permanecer”, ressaltou.

Para o tucano, setores do governo plantam fofocas sobre supostas adesões para provocar a intriga e macular a imagem dos deputados.

“Ele disse na campanha que podia ter maioria na Casa se botasse dinheiro, ele acha que pode comprar tudo, esse recado vai para o governo, aqui há homens e mulheres de bem, que tem firmeza e postura de oposição”, asseverou.

Indagado se a oposição, em sendo minoria, não temia ser “tratorada” pela bancada do governo, Bruno usou um ditado popular, ao ressaltar que nem sempre quantidade é sinônimo de qualidade.

“Quem não tem mesa come no chão, não temos maioria, mas temos uma minoria que não é silenciosa e nem curva os braços diante dos absurdos do governo”, disse.

Com informações de Henrique Lima

PB Agora