Otan condena ações 'preocupantes' da Rússia na Síria

Otan condena ações ‘preocupantes’ da Rússia na Síria

ataque a síria putimAviões russos atacam alvos na Síria desde a semana passada(Khalil Ashawi/Reuters)

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, denunciou nesta quinta-feira uma “escalada preocupante” da atividade militar da Rússia na Síria. Moscou, que desde a semana passada realiza bombardeios em território sírio, lançou pela primeira vez na quarta-feira ataques coordenados com o regime de Bashar Assad contra rebeldes e terroristas. A Rússia também passou a usar mísseis lançados a partir de navios.

“Na Síria, observamos uma escalada preocupante das atividades militares russas. Vamos analisar os últimos acontecimentos e suas implicações para a segurança da Aliança”, afirmou Stoltenberg antes de uma reunião de ministros da Defesa da Otan em Bruxelas. O encontro vai abordar a intervenção russa no conflito da Síria. A Otan e os Estados Unidos condenam os ataques russos contra forças da oposição síria apoiadas pela Ocidente.

Stoltenberg citou como “motivo de preocupação” as invasões do espaço aéreo da Turquia durante as incursões dos aviões russos na Síria. “Mais do que nunca necessitamos de iniciativas para encontrar uma solução política à crise síria”, disse ele.

Governo sírio – Também nesta quinta-feira, o governo da Síria confirmou que os ataques aéreos da Rússia ajudaram as forças de Assad a ganhar terreno no campo de batalha. “Após os bombardeios russos, que diminuíram a capacidade de combate do Estado Islâmico e de outros grupos terroristas, as Forças Armadas sírias conseguiram manter a iniciativa militar”, declarou o comandante do Estado-Maior sírio, Ali Abdallah Ayub, à televisão estatal.

(Com agência France-Presse)