Padrasto suspeito de estuprar e engravidar enteada de 11 anos vai para o Róger, após juiz manter prisão

Odemilson Barbosa da Silva, de 53 anos, suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 11 anos, foi encaminhado ao Presídio do Róger, após passar por uma audiência de custódia na noite desta segunda-feira (18). O juiz Manoel Abrantes foi o responsável pela manutenção da prisão preventiva.

O padrasto da criança, que está em um abrigo da Capital após dar à luz, foi preso em Pernambuco na última quarta-feira (13) e encaminhado para João Pessoa na sexta-feira(15). Ele passou o fim de semana na Central de Polícia.

Ao chegar a João Pessoa, ele garantiu inocência e exigiu a realização de um exame de DNA para provar não ser pai da criança.

Ele ainda sugeriu que a mãe da garota desconhecia comportamentos da filha.

“As mães têm que tomar conta das filhas que têm de 11, 12 anos. Às vezes, criança de 12 anos faz coisas que as mães duvidam, nem sabe o que está fazendo”, disse Odemilson que ainda revelou ter “muito medo de morrer na prisão”.

Paraíba.com