Padre Antônio Maria fala de sua relação com Santa Rita de Cássia - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Padre Antônio Maria fala de sua relação com Santa Rita de Cássia

padre joão maria 1O Padre Antônio Maria, conhecido nacionalmente por seus grandes shows em louvor e adoração a Deus, esteve presente nesta quinta-feira, 22, nos 238 anos da festa em homenagem a Padroeira Santa Rita de Cássia.

Antônio Maria relatou estar feliz e que não era a primeira vez que visitava Santa Rita, falou que há mais de 20 anos esteve visitando um grupo da Mãe Rainha, mas foi a primeira vez que veio dar um show: É uma alegria muito grande estar aqui, já são 238 anos de devoção é um sinal muito positivo da devoção, do amor desse povo pelas coisas de Deus e por Santa Rita.

O Padre Antônio Maria também relatou sua relação com Santa Rita de Cássia que esteve presente na sua vida desde o tempo de estudante: “Eu, quando era jovem, estudante, lembrava de Santa Rita na hora dos exames. Eu tinha uma imagem de Santa Rita de plástico pequenina dentro da carteira, na hora da prova eu tirava e colocava em cima da carteira pedindo para Santa Rita, santa das causas impossíveis, que me ajudasse a sair bem nos exames, eu acho que era vergonhoso usar a Santa só pra isso”, disse sorrindo.

Assim Santa Rita entrou e permanece na vida do homem e do padre Antônio Maria: “Claro que depois eu conheci melhor Santa Rita, que continua sendo a santa das causas impossíveis, mas é mais do isso, é um exemplo de vida, de alguém acreditou e que assumiu Cristo na sua vida, é uma das minhas santas prediletas! Tenho muito carinho por ela, e sempre digo à Santa Rita: Perdoa aquele meu jeito de jovem que só procurava a Senhora nas horas de aperto. Hoje eu não só procuro como também vejo nela um exemplo.”

Antes do início do show a expectativa de Antônio Maria era positiva: “O que eu mais desejo é que seja um encontro com Deus, que as pessoas possam sentir Deus, e como somos felizes e alegres sendo de Deus. A religião é uma riqueza em nossa vida”, disse Antônio Maria.

Antônio Maria finalizou destacando que mesmo quando está cansado, ao subir no palco sente uma energia que o faz ser instrumento de Deus que o renova: “Cada música, cada palavra que digo vale para mim também, quando estou no palco sinto uma força que vem do alto e me faz ser instrumento de Deus e é o que eu mais desejo: é ser instrumento de Deus!”

Patricia Gouveia, da Redação.