Pai de Neymar lamenta “decisão arbitrária” do PSG: “O clube estava informado há meses”

Pai de Neymar lamenta “decisão arbitrária” do PSG: “O clube estava informado há meses”

De acordo com Neymar pai, o próprio presidente do clube já participou do evento do instituto que leva o nome do jogador e a direção da equipe tinha noção da situação. “Tínhamos agendas comerciais e institucionais, há cinco anos o instituto faz essas ações e sempre precisamos dessas ações todos os anos. O PSG, na presença do presidente Nasser, inclusive participou dessas ações. Não entendo o porquê da arbitrariedade. Ficamos chateados, mas o PSG estava ciente dessa situação”, disse o pai o craque ao FOXSports.com.br.

Em comunicado oficial publicado no seu site, também nesta segunda-feira, o PSG afirmou não ter sido avisado sobre a ausência de Neymar na reapresentação e que tomará as devidas providências quanto ao caso.

“O Paris Saint-Germain descobriu que o jogador Neymar Jr não apareceu na hora e no local combinados, sem ter sido previamente autorizado pelo clube. Paris Saint-Germain deplora esta situação e tomará as medidas apropriadas resultantes dela”, informou o clube parisiense.

O fato ocorre justamente em momento que a continuidade de Neymar no time francês é colocada em xeque após as duas últimas temporadas no time e por uma suposta volta ao Barcelona. Oficialmente, nem o estafe do jogador nem os clubes envolvidos falam sobre uma possível negociação.

Fox Sports