Santos e Palmeiras fecham semis da Copa do Brasil em casa

Palmeiras espanta má fase, derrota Avaí em SC e dorme no G-4 35

palmeiras 1O Palmeiras voltou a Santa Catarina duas semanas após levar goleada por 5 a 1 para Chapecoense e mostrou ter esquecido, em parte, o vexame. Neste sábado, a equipe alviverde, com um time considerado misto, conseguiu fazer jogo regular e, sem brilhantismo, venceu o Avaí por 3 a 1 para interromper sequência de três jogos sem vitórias na Série A do Brasileiro. De quebra, ainda volta para o G-4 e coloca pressão nos rivais pela vaga na Libertadores, que ainda entram em campo por esta 31ª rodada.

A equipe alviverde foi a campo com muitas mudanças executadas por Marcelo Oliveira, exigidas e parte pelas críticas da torcida, mas mais para poupar atletas para a partida contra o Fluminense nesta quarta, pela semi da Copa do Brasil. A maior novidade era a presença do trio argentino no ataque, composto por Allione, Cristaldo e Mouche. Com a ajuda dos três, a equipe alviverde alcançou a vitória com gols de Gabriel Jesus, do próprio Cristaldo e de Dudu. André Lima fez o gol do Avaí, que buscou o empate na reta final, sem sucesso.

Com 48 pontos em quarto lugar, os palmeirenses agora torcem contra os rivais Santos e São Paulo, quinto e sexto colocados, respectivamente – os santistas encaram o Goiás em casa, enquanto os tricolores recebem o Vasco. Já o Avaí segue bastante ameaçado pelo rebaixamento: é o 16º, com 33 pontos, e pode voltar para a zona ingrata até o fim da rodada.

Na próxima rodada da competição nacional, o Palmeiras reencontra o Sport no Allianz Parque no sábado, às 21h (de Brasília) – o time pernambucano foi o algoz dos paulistas na inauguração da nova arena. O Avaí, por sua vez, tem duelo direto contra o rebaixamento: visita a Chapecoense, no domingo, às 17h.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 X 3 PALMEIRAS 

Data/Horário: 17/10/2015, às 18h30
Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
Cartões amarelos: Andrei Girotto, Thiago Santos e Allione (Palmeiras) Nino Paraíba, Adriano e Marquinhos (Avaí)
Cartões vermelhos:
Gols:
Gabriel Jesus, aos 16 minutos do 1º tempo, Cristaldo, aos 15 minutos do 2º tempo, e Dudu, aos 32 minutos do 2º tempo (Palmeiras) André Lima, aos 21 minutos do 2º tempo

AVAÍ:Vagner. Nino Paraíba, Jéci, Emerson e Romário; Renan, Adriano (Roberto), Pablo e Marquinhos (Néstor Camacho); Léo Gamalho (Rômulo) e André Lima. Técnico: Gilson Kleina.

PALMEIRAS:Fernando Prass, João Pedro, Leandro Almeida, Jackson e Egídio; Thiago Santos e Andrei Girotto (Amaral); Allione (Rafael Marques), Mouche (Dudu) e Gabriel Jesus; Cristaldo. Técnico: Marcelo Oliveira

Fases do Jogo

  • 1º tempoO Avaí até parecia que tomaria as rédeas do confronto com lance de André Lima logo aos 3 minutos que exigiu excelente defesa de Fernando Prass. No entanto, foi o Palmeiras que dominou o primeiro tempo e não demorou a abrir o placar com Gabriel Jesus aos 16 minutos, em jogada que começou com Mouche e passou por Cristaldo antes de cair no pé do garoto. Os donos da casa sentiram o gol e viram o adversário criar as melhores chances até o intervalo, em uma etapa inicial com muitos erros ofensivos dos dois lados e um impedimento errôneo muito reclamado pelo Avaí – André Lima saiu do campo de defesa e iria em direção ao gol, mas o assistente anulou a jogada.
  • 2º tempoPara a etapa final, o técnico Gilson Kleina, do Avaí, tentou dar mais mobilidade ao time com a entrada de Rômulo na vaga de Léo Gamalho. A estratégia deu certo, e a equipe da casa passou a atuar mais no campo de ataque, criando boas chances de gol. Com muitos erros, o Palmeiras não conseguia segurar a bola no pé e foi envolvido pelo time catarinense. A situação mudou em escanteio cobrado por Allione aos 15 minutos, que terminou em gol de Cristaldo após falha da defesa local. André Lima até diminuiu para o Avaí aos 22 minutos, mas Dudu garantiu a vitória palmeirense 10 minutos mais tarde.

Destaques

  • Trio argentino titular no Palmeiras vai bemPela primeira vez no ano, o Palmeiras entrou com os três argentinos titulares no setor ofensivo – Pablo Mouche ficou de fora em boa parte do ano por lesão. A estratégia armada por Marcelo Oliveira deu certo logo no primeiro gol da equipe, em jogada iniciada por Mouche que passou por Cristaldo até chegar em Gabriel Jesus. O outro argentino titular foi o meia Allione, que cobrou escanteio para o gol de Cristaldo, o segundo do confronto.
  • Gramado causa reclamaçõesO gramado da Ressacada causou algumas reclamações. Ainda no intervalo, o atacante Gabriel Jesus, autor do gol de abertura do placar na etapa inicial, já deixou o campo com críticas ao estado da grama ? para ele, muito escorregadia. Era possível notar tufos se soltarem ao longo da partida – vale lembrar que chuvas fortes atingem o Sul do Brasil nas últimas semanas.
  • De cabeça de novo…Realmente o Palmeiras tem mostrado que o caminho é pelo alto neste Campeonato Brasileiro. Equipe que mais marcou gols de cabeça no campeonato, o time alviverde anotou mais um desta forma neste sábado. O responsável desta vez foi Cristaldo, que marcou com a testa após escanteio cobrado por Allione. Levantamento do blog Futebol em Números, do Uol Esporte, no início de outubro já mostrava que um a cada três gols palmeirense com Marcelo Oliveira eram de cabeça.

Melhores

  • Cristaldo, PalmeirasO atacante palmeirense Cristaldo entrou na vaga de Alecsandro, muito criticado pela torcida, e não decepcionou. Primeiro, deu assistência perfeita para o gol de Gabriel Jesus, que abriu o placar. No segundo tempo ainda mostrou oportunismo para marcar de cabeça em falha da defesa do Avaí em escanteio. Será que não sai mais do time titular?

Piores

  • Adriano, Avaí Não conseguiu dar equilíbrio ao meio-campo do Avaí. O volante sofreu com o sistema ofensivo palmeirense e chegou a levar cartão amarelo. Saiu antes do apito final para a entrada do atacante Roberto.
  • Uol