João Pessoa 10/12/2018

Início » Entretenimento » Pânico é condenado na Justiça e Luana Piovani embolsa fortuna

Pânico é condenado na Justiça e Luana Piovani embolsa fortuna

Luana Piovani processou o Pânico (Foto: Folhapress)

O Pânico foi condenado a pagar uma fortuna à Luana Piovani após um processo movido pela atriz na Justiça. Rodrigo Scarpa (Vesgo, humorista), Alan Rapp (ex-diretor), Marcelo Picón (Bolinha, ex-produtor) e Emílio Surita (apresentador) terão que desembolsar nada menos que R$ 300 mil por ofensa e humilhação.

O episódio aconteceu em 2014, quando ela e seu marido foram abordados na praia e alegou que o programa exibiu uma “matéria jornalística com o intuito de ofendê-la e humilhá-la”, com “imagens da autora na praia em um momento de lazer e privacidade, sem autorização”, além de ter sido chamada de “piranha”.

A sentença alega que o programa transformou Luana na “atração principal de um quadro televisivo, que perdurou por vários minutos. E assim tem feito o Programa Pânico na Band com várias personalidades, inclusive promovendo constrangimentos públicos em relação aqueles que se recusam a participar graciosamente das matérias veiculadas”.

Segundo o advogado de Luana, Ricardo Brajterman, ao UOL, o programa se utilizou comercialmente da imagem de artistas sem autorização. “Apesar de inúmeras condenações, o programa continuou com seu estilo grosseiro, que nada tem a ver com jornalismo, sempre utilizando de forma comercial a imagem de pessoas famosas sem lhes pagar um centavo”, explica.

Pânico investirá em canal no YouTube. (Foto: Reprodução/Band)
Pânico (Foto: Reprodução/Band)

A ação ainda cabe recurso.

BARRADA NA GLOBO

Luana Piovani foi atriz da Globo (Foto: Leo Franco / AgNews)

A atriz Luana Piovani foi anunciada pelo autor de O Sétimo Guardião como uma das atrizes confirmadas na trama e a sua personagem chegou a ser divulgada. No entanto, para a surpresa de todos e da própria atriz, a Globo não permitiu a entrada da loira na história.

Em entrevista ao colunista Gabriel Perline, do Notícias da TV, ela lamentou a situação. A notícia de que estaria fora da trama só veio depois que ela havia se programado e anunciado a personagem em todas as suas mídias. No entanto, a atriz leva a situação numa boa.

“Aos 42 anos, e depois de muita análise, eu encaro a vida de uma maneira mais simplista e generosa. Eu tenho muita fé em Deus e na engrenagem da vida como um todo. Quando a gente faz um movimento, a engrenagem gira e ela tende a se manter nessa inércia”, admite.

“Eu acredito que se tiraram a novela do meu destino é porque tinha alguma coisa para eu fazer, e eu não sabia o que era. Não é que eu tenha ficado chateada. É que, de início, você tem que reorganizar seus planos, e eu como virginiana, tenho uma certa dificuldade”, relata sobre O Sétimo Guardião.

Luana Piovani estava confirmada em O Sétimo Guardião (Foto: Leo Franco / AgNews)

“Para uma virginiana, quando muda a programação a gente fica um pouco alarmada, porque a gente gosta da segurança. Mas como eu tenho essa fé na vida, eu sabia que alguma coisa em algum momento ia acontecer. Dito e feito”, explica ela, que terá um programa no canal E!.

“É uma troca de experiências sincera, divertida e muito bem produzida”, comemora sobre o novo trabalho, que veio apesar das suas polêmicas. Sobre isso, inclusive, a atriz admite que já perdeu muito dinheiro e oportunidades por causa das suas declarações.

Luana Piovani foi atriz da Globo (Foto: Leo Franco / AgNews)

“O preço mais alto que paguei por ser eu mesma foi o do dinheiro mesmo. Por ser essa pessoa de opinião, que se coloca, que não fica preocupada em fazer a boazinha e não ter divergências, deixei de ganhar muito dinheiro. Mas ele não me faz falta”, revela.

“Nunca sonhei em ter um helicóptero, uma ilha em Angra dos Reis ou um jatinho. O dinheiro que preciso para me trazer conforto eu já tenho”, finaliza.

TV Foco