Para Renato Gadelha, única explicação para aumento de 50% na verba da Secom/PB é a disputa eleitoral

Para Renato Gadelha, única explicação para aumento de 50% na verba da Secom/PB é a disputa eleitoral

deputado gadelhaO Líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Renato Gadelha (PSC) voltou a questionar na manhã desta sexta-feira o aumento de 50% na verba da Secretaria de Comunicação do Estado previsto na Lei Orçamentária de 2016. Além disso, Renato chama atenção para a diminuição do orçamento previsto para a Polícia Militar.

“A única explicação que consigo encontrar é a disputa eleitoral. Na situação caótica da segurança na Paraíba e em um momento de crise econômica severa, aumentar a verba de propaganda e diminuir a da PM é um desrespeito aos paraibanos”, afirmou Gadelha. O deputado vai além e lembra que não é de hoje que o Governo vem agindo assim.

“Tramita no TRE uma Ação de Investigação Eleitoral, contra a Coligação que elegeu o governador em 2014, exatamente por esse motivo. Aumento não justificado na verba de comunicação”. Gadelha enxerga fins eleitoreiros na atitude do Governo. “Na minha visão está muito claro, o Governador vai usar a Secom/PB para promover candidatos a prefeito ligados a ele, o que é um verdadeiro absurdo”, avalia o Líder da Oposição.

O deputado considera inaceitável que o Orçamento de 2015 “reduza ainda mais o já muito baixo orçamento para segurança. Essa é mais uma prova do que venho dizendo há meses. Este governo não tem compromisso com a sociedade, só com seus próprios interesses”. Renato destaca a insegurança vivida pelos paraibanos e a pouca atenção dispensada pelo Governo. “Aumenta-se a propaganda para encobrir o que está nas ruas, na boca do povo. A Paraíba é dominada pelos bandidos e o Poder Público está inerte”.

Renato adiantou que irá apresentar emenda remanejando os recursos da Secom/PB para áreas críticas, como segurança e abastecimento de água. “Além do caos na segurança, enfrentamos uma severa escassez hídrica e, repito, o Governo se preocupa com propaganda. Vou sim apresentar emenda remanejando esses recursos e espero contar com a sensibilidade dos meus pares no sentido de aprovar esta proposta”.

O deputado reforça que não é “razoável que os paraibanos sejam penalizados para sustentar projetos de poder de quem quer que seja. “Temos visto o grupo que governa o Estado lanças nomes, antecipando o pleito de 2016, em várias cidades e chama a atenção uma espécie de rede criada para controlar, além do estado, as principais cidades da Paraíba. Até entendo que exista um plano para eleger prefeitos em diversos municípios, mas não aceito que isto seja bancado com o nosso dinheiro”, finaliza Renato Gadelha.

Assessoria Parlamentar