João Pessoa 24/05/2019

Início » Paraíba » Paraibano vira ‘celebridade’ na internet por citar Bob Dylan em sessão no STF

Paraibano vira ‘celebridade’ na internet por citar Bob Dylan em sessão no STF

Vice-procurador-geral da República, o paraibano Luciano Mariz Maia virou um dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil na tarde de ontem (13). Em sustentação oral durante julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) de ações que buscam converter em crime de racismo os casos de homofobia e transforbia. Maia recorreu a Bob Dylan para embasar seu posicionamento favorável às demandas.

As ações, apresentadas pelo Partido Popular Socialista (PPS) e pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), também pedem que o STF criminalize os atos de discriminação e violência contra homossexuais e transexuais e enquadre a LGBTfobia como crime de racismo até que o Legislativo decida sobre o tema.

Interrompido ontem, o julgamento no STF foi retomado no início desta tarde, quando os ministros devem proferir os votos.

Entenda

Maia caiu na graças dos internautas ao citar a música ‘Blowin’ In The Wind’, de Bob Dylan, para questionar quantas mortes deverão ocorrer no Brasil para que se conclua que já morreram pessoas demais. Ele lembrou que 420 pessoas foram mortas no país poque se afirmaram gays e lésbicas.

“Nós sabemos o estigma, a marca indelével que as pessoas carregam pelo fato de serem categorizadas, rotuladas em razão da sua orientação sexual ou da sua identidade de gênero”, disse o paraibano.

Segundo Maia, há uma cultura da violência contra homossexuais no Brasil. Ele também defendeu que projetos de lei sobre criminalização da homofobia precisam ser enviados para sanção, e não somente serem debatidos no Congresso.

Assista trecho da sustentação do procurador paraibano:

ParaibaJá