Paraná sai na frente, mas dupla artilheira garante a virada para o Sport em Pernambuco

O Sport está a pouquíssimos passos de confirmar seu retorno à elite do futebol brasileiro. Nesta quarta-feira, o Leão da Ilha do Retiro recebeu o Paraná, em Pernambuco, e tomou um susto. Fabrício marcou o primeiro para o Tricolor, mas, com a grande colaboração da dupla de ataque com maior número de gols na competição, o Rubro-Negro chegou a virada: 2 a 1.

Com a vitória, o time comandado por Guto Ferreira chega a 56 pontos e fica a três do líder Bragantino, que ainda joga na rodada. Do outro lado, a equipe paranista perde a chance de encostar no G4 e permanece com 44, na sétima posição. Pressão total Mal a bola rolou e o Leão da Ilha do retiro já deu mostras de qual seria a tônica da partida: marcação alta e muita pressão para cima do Paraná Clube.

E assim foi. A primeira etapa foi inteira do Sport. Desde o início, o Rubro-Negro pressionou o adversário em seu campo de defesa e sufocou a troca de passes paranistas. No ataque, o time da casa obrigou Thiago Rodrigues a fazer três grandes defesas. Em uma delas, os jogadores rubro-negros pediram o gol por acharem que a bola ultrapassou a linha. No fim,

Leandrinho ainda acertou a trave. O Tricolor, com a estratégia clara de fechar os espaços na defesa e jogar por uma bola não funcionou. O time visitante não deu seque um chute na meta defendida pelo goleiro Luan Polli. Paraná assusta, mas artilheiros decidem para o Sport Na volta do intervalo, mais do mesmo. O time comandado por Guto Ferreira manteve o ritmo intenso.

Logo aos três minutos, Sander chutou cruzado, e Leandrinho apareceu no meio do caminho. Na finalização, o meia parou em Thiago Rodrigues. Com o passar do tempo, os pernambucanos diminuíram a intensidade e o Paraná passou a ter um pouco mais a bola. Fernando Neto teve uma rara oportunidade na intermediária, mas mandou por cima.

Até que aos 28, após cobrança de escanteio de Matheus Anjos pela esquerda, Fabrício subiu no meio da zaga rubro-negra e testou para o fundo das redes. Tricolor na frente. O troco do Leão não demorou. Instantes depois, Hernane recebeu passe pelo meio, abriu espaço para a perna esquerda e soltou uma bomba, deixando tudo igual no marcador.

Um golaço do artilheiro da Série B na Ilha do Retiro. Nos minutos finais, o jogo ficou aberto. O time paranista teve a chance com Alesson, mas desperdiçou. Logo em seguida, o Brocador foi acionado novamente, e, desta vez, teve a finalização defendida por Thiago.

No rebote, porém, Guilherme, vice-artilheiro da segundona, apareceu para decretar a virada rubro-negra em Pernambuco.

O Gol