Parlamentar acusa assessor de Cartaxo de ligá-la a facções criminosas: “vai ser processado”; ouça

Parlamentar acusa assessor de Cartaxo de ligá-la a facções criminosas: “vai ser processado”; ouça

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) acusou, na manhã desta segunda-feira (13), um assessor do prefeito Luciano Cartaxo (PV) de ter postado informações falsas sobre um evento que ela participou no último sábado (12), sugerindo uma suposta ligação entre a parlamentar-mirim e facções criminosas que atuam na capital.

“Está claro para mim. A partir do momento que eu fiz o BO (Boletim de Ocorrência) e foi identificado que o Instagram que partiu com essa notícia foi de um assessor do prefeito, que vai ser processado. Está na lei, vai ser processado em queixa-crime. Ficou claro, para mim, que estou no olho do furacão porque é ano de campanha política e eu rompi como prefeito e estou como coordenadora do candidato José Targino Maranhão”, disse.

Raíssa gravou um ‘storie’ com dois rapazes, em uma comunidade de João Pessoa. Nas redes sociais, ela teria sido acusada por perfis, de acordo com ela, ligados à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), de ter ligações com a facção “Okaida”, que teria realizado festejos no mesmo dia em vários pontos da cidade.

A vereadora rechaçou qualquer ligação com organizações criminosas.

“A única facção que eu sigo é Jesus Cristo. Não tenho rabo preso com ninguém. Deus me livre. Está repreendido em nome de Jesus. Sigo Cristo, nosso senhor”, esclareceu.

ParaíbaJá