Parlamentar de Campina Grande afirma que se livrou de vez do PSDB e busca apoio para eleições deste ano - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Parlamentar de Campina Grande afirma que se livrou de vez do PSDB e busca apoio para eleições deste ano

inacio vereadorPré-candidato a deputado estadual o vereador Inácio Falcão (PT do B) garantiu que se livrou de uma vez por todas de ações do PSDB para tomar o seu mandato na Câmara de Vereadores de Campina Grande.

Falcão que recentemente trocou o ninho tucano pelo PTdoB disse que a justiça eleitoral emitiu despacho arquivando a ação, por considerar que ela não poderia ter sido movida pelo quinto suplente. “Isso não era legítimo para o direito. Não cabia ao ocupante da quinta suplência proceder dessa forma”, disparou Falcão.

Segundo ele, depois desse arquivamento, também já não há mais prazo para ações do Ministério Público e do primeiro suplente.

Exercendo o seu terceiro mandato de vereador, o ex-tucano agora luta para formar uma boa base para disputar um mandato e deputado estadual esse ano.

“Tenho visitado cidades do interior, onde tenho alguns amigos, como Juazeirinho, Soledade, Araruna, Boa Vista, Arara e Itatuba, e conversado com as pessoas. Delas tenho recebido a boa notícia de que poderão aceitar o nosso projeto para ser colocado em prática na Assembleia Legislativa, como alternativa de trabalho para o Estado”, afirmou.

Reafirmando que não tinha mais clima para permanecer no ninho tucano, Inácio Falcão disse que foi expulso do PSDB sem ter sido lhe dado o direito de se defender. Segundo ele, a decisão tucana foi uma manobra para que não tivesse direito à legenda nas eleições deste ano. Mesmo assim, antes de sair do PSDB conversou com o senador Cássio Cunha Lima que teria lhe dado apoio.

O vereador revelou ainda que o processo de expulsão foi realizado no mês de agosto, porém ele só foi comunicado no mês de outubro. Inácio ressaltou que mesmo sendo excluído do PSDB dessa forma, vai continuar apoiando o governo do prefeito Romero Rodrigues na Câmara de Vereadores de Campina Grande. E garantiu que permanece leal ao grupo político ao qual faz parte há anos.

– Não fui infiel ao candidato a prefeito do meu partido, como declararam no processo. Está nos autos as minhas fotos de campanhas e o guia eleitoral junto com o próprio Romero – destacou Inácio.

No final do ano passado, uma ação que pedia a cassação do mandato do vereador foi movida pelo suplente de vereador Gildo Silveira (PSDB), que obteve mais de mil e duzentos votos nas eleições de 2012.

PBAgora