Parlamentares se rebelam contra decisões de líderes dos partidos e querem decidir sozinhos rumo político - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Parlamentares se rebelam contra decisões de líderes dos partidos e querem decidir sozinhos rumo político

Alguns vereadores de João Pessoa não estão satisfeitos com as decisões tomadas pelos líderes de seus partidos no âmbito estadual.  Parlamentares do Solidariedade, Democratas e PSL admitiram que devem seguir outro caminho abrindo dissidência das legendas, que segundo eles, não os consultaram sobre os apoios para as próximas eleições.


O Solidariedade, presidida pelo deputado federal Benjamin Maranhão decidiu apoiar  a pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo do estado. Os vereadores do partido na Capital, Felipe Leitão, Eduardo Carneiro, Professor Gabriel, Marmuth Cavalcante e João Almeida, segundo comentário de Felipe, ainda não decidiram o rumo político que devem seguir e ainda acusaram o presidente de não fazer consulta com eles para saber se concordavam o a ação.


Outro que talvez abra dissidência e pelo mesmo motivo é o vereador Lucas de Brito (DEM). Ele não sabe se vai seguir o líder Efraim Moraes que decidiu apoiar o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).


O que já está confirmada é a decisão do vereador do PSL,  Sérgio da Sac, que preside a legenda na Capital. Ele disse que não vai seguir a decisão do presidente estadual, o deputado Tião Gomes que vai apoiar Ricardo Coutinho.


 “Eu não apoio o governador. Eu tenho a minha dissid~encia e tanto o presidente nacional, quanto o estadual já têm conhecimento do meu pensamento político que é diferenciado”, explicou.


Vanessa de melo com Rádio Correio