Patrocinador critica decisão do Flu em fechar treino e entrevista: 'Absurdo'

Patrocinador critica decisão do Flu em fechar treino e entrevista: ‘Absurdo’

flu fecha treinoPrincipal investidor do futebol carioca em 2015, Neville Proa, dono da Viton 44, que estampa suas marcas nas camisas de Flamengo, Fluminense e Vasco, criticou a decisão do Tricolor em fechar os treinos e vetar as entrevistas coletivas após as atividades. Segundo Neville, a prática é absurda e afasta o torcedor do clube, que agora tem um grande jogador em seu elenco.

– Achei um absurdo. Absurdo. Fazer treino fechado? Evitar que o torcedor se aproxime do craque? Pra que isso? Não concordo com essa prática e sempre que me perguntarem vou dar a mesma opinião. Estão ganhando um dinheiro que pagamos e o resto que se dane. Não é preciso nem falar – disse o dono da Viton 44, ao LANCE!.

Questionado se a empresa planeja alguma ação de marketing para a possível estreia de Ronaldinho Gaúcho no sábado, quando o Fluminense encara o Grêmio, às 18h30, no Maracanã, Neville foi rápido:

– Não. Não temos nenhum envolvimento com o Ronaldinho. O que eu sei de Ronaldinho no Fluminense é através da imprensa.

O contrato da Viton 44 (que estampa as marcas do Mate Vitton na frente, do Guarativon nas mangas e do Guaravita nas costas da camisa tricolor) com o Fluminense vai até o fim de 2016. Ao falar sobre uma possível renovação no fim do ano que vem, Neville citou o momento complicado da economia do país e disse que vê esse tipo de investimento com “olhos embaçados”.

– Estou pensando ainda. Pensando muito. A situação da economia brasileira é uma m…, nunca se viu tanto roubo no país. A turma dos ladrões tem que ser substituída por uma equipe nova. Estou vendo o futuro com olhos embaçados, não sei o dia de amanhã. Estamos aguardando dias melhores. Mas na minha cabeça hoje nem pensar ano que vem – finalizou.

Lancenet