PB tem 115 km de rodovias estaduais em péssimo estado, diz CNT

Em pesquisa divulgada nesta sexta-feira (1º) pela Confederação Nacional de Transportes (CNT) foi constatado que a Paraíba possui 115 quilômetros de rodovias em péssimo estado de conservação. Trecho da PB-066, que liga a BR-230 até o estado de Pernambuco, passando pelo município de Ingá, da PB-262, no Sertão, e da PB-228, na região da Borborema, foram as piores rodovias avaliadas no estudo, todas de responsabilidade estadual.

Confira a pesquisa completa no site da CNT.

G1 procurou o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) para saber se há algum plano de obras previstas para essas estradas, mas um funcionário disse, por telefone, que apenas o superintendente do órgão poderia falar e que o expediente já havia encerrado

O trecho da PB-228, com apenas 9 quilômetros de extensão, foi avaliada como péssima em todos os critérios usados na pesquisa, que foram a pavimentação, a sinalização e a geometria. Este último critério, inclusive, foi o que mais ocasionou a pior classificação, reprovando nove das 20 rodovias pesquisadas da Paraíba que foram.

Em estado geral, cinco das rodovias foram classificadas como ruins, sete estavam em estado regular, cinco em bom estado e nenhuma foi classificada como ótima. As rodovias que ficaram melhor classificadas foram a BR-101, BR-230, BR-408, BR-412 e BR-427.

A pesquisa tem como objetivo oferecer um panorama atual da malha rodoviária brasileira, essencial ao planejamento e à operação de transporte. Foram pesquisados 96.714 km de todo o país durante 30 dias.

 

G1.pb