João Pessoa 20/05/2019

Início » Paraíba » Pela 1ª vez, Ricardo Coutinho explica porque se distanciou dos holofotes midiáticos com o término do mandato

Pela 1ª vez, Ricardo Coutinho explica porque se distanciou dos holofotes midiáticos com o término do mandato

Atual presidente da Fundação João Mangabeira, o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) comentou os motivos da sua reclusão desde que concluiu seu segundo mandato, em 31 de dezembro do ano passado e destacou que, por decisão pessoal, decidiu se afastar dos holofotes midiáticos da Paraíba.

“Fiz um movimento [para sair de cena]. Não podia sair do governo e ficar dando entrevista [pensando em dar protagonismo ao governador João Azevêdo]”, ressaltou.

A primeira entrevista a uma emissora paraibana, no entanto, aconteceu no início dessa semana. Dentre os vários temas que foi questionado, o socialista falou sobre o PSB e também a disputa de 2020.

“O PSB tem se reencontrado com o campo democrático popular. O presidente Carlos Siqueira vem atuando no sentido de dar vez e voz, régua e compasso ao partido, com posições firmes. O convite a mim [para presidir a Fundação João Mangabeira] veio nessa dimensão. Nunca fui de medir se tinha gente gostando mais ou menos de mim, sempre fui de assumir posições de liderança, de vanguarda. Senão você vai ser produto da média. E se ficar na média, não pode liderar ninguém”, raciocinou.

2020

“Temos perspectivas importantíssimas para 2020. A fundação vai trabalhar pelos nossos candidatos, vereadores e prefeitos, para dar um formato, um perfil, uma cara às nossas candidaturas. As pessoas precisam saber o que nossos candidatos pensam”, pontuou, ressaltando seu modo próprio de fazer política: “Não sei parecer uma coisa e ser outra”. Ao final da entrevista, avisou: “Agora, me recolho de novo a um certo silêncio”.

Blog do Ninja