Pernambuco emplaca tem três nomes confirmados em eventual ministério de Michel Temer

temer impeachmentPernambuco pode somar quatro ministros em eventual governo Michel Temer. O convite, ao deputado federal Bruno Araújo (PSDB), para comandar a pasta de Cidades, foi formalizado, pelo vice-presidente da República, Michel Temer, no início da noite da quarta-feira (11). O referido ministério tem orçamento, dirigido a investimento, da ordem de R$ 13 bilhões.

(Foto: Bruno Campos / Arquivo Folha)

Do PSDB, Bruno Araújo deverá comandar Cidades

Além do tucano, outro nome consolidado como cota do PPS, ontem, foi o depu

tado federal Raul Jungmann, que deverá ser o titular do Ministério da Defesa.

Pelo PPS, Raul Jungmann foi convidado para Defesa (Foto: Laila Santana/Arquivo Folha)

Já o presidente estadual do Democratas, deputado federal Mendonça Filho, teve o nome confirmado, desde a semana passada, para estar à frente do Ministério da Educação, que, agora, acumula Cultura, diante do corte, promovido por Temer, no volume de pastas.

Mendonça Filho já era dado como certo para pasta de Educação (Foto: Divulgação)

Até a noite de ontem, o líder da bancada do PSB na Câmara Federal, deputado Fernando Filho, era dado, por parlamentares aliados, como 99% certo para o Ministério de Minas e Energia. Originalmente, fora convidado para Integração Nacional, pasta de que já fora comandada por seu pai, o senador Fernando Bezerra Coelho. Mas, nas últimas movimentações internas, o PMDB teria avançado sobre ela, o que forçou uma mudança de oferta ao pernambucano, do PSB.

Fernando Filho deve acabar assumindo Minas e Energia (Foto: Pêu Ricardo).

Folha de Pernambuco