João Pessoa 09/12/2018

Início » Paraíba » Polícia Civil prende Nego Delano, do caso da “galinha Rafinha”

Polícia Civil prende Nego Delano, do caso da “galinha Rafinha”

A prisão ocorreu como cumprimento de um mandado de prisão aberto, expedido pela 2º Vara da Comarca de Patos

Em 2012, a Polícia Civil prendeu Nego Delano que confessou o crime e disse que havia trocado Rafinha por duas pedras de crack (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (16) o suspeito de furto Vanderlan José da Silva, mais conhecido por Nego Delano, no bairro Novo Horizonte, em Patos, no Sertão da Paraíba.

A prisão ocorreu como cumprimento de um mandado de prisão aberto, expedido pela 2º Vara da Comarca de Patos.

Nego Delano é conhecido por ter roubado e matado a galinha Rafinha, animal de estimação de Genecira Maria, em 2012. Ele foi preso e condenado pelo crime, mas estava em liberdade até esta sexta-feira.

Um vídeo de Genecira pedindo ajuda para encontrar o seu animal de estimação viralizou na internet e acabou chamando atenção da imprensa nacional.

Na época, o programa Pânico, da TV Bandeirantes, visitou a cidade sertaneja para cobrir o enterro de Rafinha. O enterro causou comoção por toda a cidade e contou até com a presença do então prefeito.

Em 2012, a Polícia Civil prendeu Nego Delano que confessou o crime e disse que havia trocado Rafinha por duas pedras de crack. Segundo ele, a pessoa que ficou com ela disse que a mataria para se alimentar.

Rafinha além de famosa, virou tema de programa de televisão, música de sucesso no YouTube e até história de cordel. Como aconteceu na última vez, Nego Delano será encaminhado para o Presídio de Patos.

ClickPB