Polícia diz que morte de radialista em Campina Grande foi motivada por briga envolvendo relógio - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Polícia diz que morte de radialista em Campina Grande foi motivada por briga envolvendo relógio

“Eles ficaram brincando com o relógio e em um momento esse relógio teria desaparecido”, de acordo com a delegada de homicídios da Polícia Civil, Suelane Guimarães.​ (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil da Paraíba informou durante uma coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (31), que a morte do radialita Joacir Oliveira Filho, de 34 anos em Campina Grande, teria sido motivada por uma briga envolvendo um relógio.

A vítima e o suspeito estavam embriagados no momento do crime. Segundo o relato de testemunhas à Polícia Civil, enquanto bebiam, os dois começaram a discutir por vários assuntos. A Polícia Civil informou que a briga ficou mais intensa quando os dois começaram a discutir por causa do relógio que o empresário estava usando.

“Eles ficaram brincando com o relógio e em um momento esse relógio teria desaparecido”, de acordo com a delegada de homicídios da Polícia Civil, Suelane Guimarães.

Ainda na coletiva, a delegada disse que  o autor do crime foi até o banheiro e quando voltou pagou a conta dele e também a conta da vítima no restaurante, e ao voltar sacou a arma e disparou contra o radialista.

Depois de atirar na vítima, o suspeito fugiu.