Concluído o flagrante do caso do assassinato do lutador de MMA, Herrison Medeiros

Polícia finaliza flagrante e dois são presos em caso da morte do lutador de MMA

preso mmaEstá concluído o flagrante do caso do assassinato do lutador de MMA, Herrison Medeiros, ocorrido na madrugada do dia 1º de janeiro. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (7), pelo delegado de Homicídios de João Pessoa, Paulo Josafá. Segundo ele, duas pessoas suspeitas já estão presas no Roger, em João Pessoa, e o inquérito continua aberto.

De acordo com Josafá, as primeiras investigações foram concluídas na tarde da terça-feira (6), e remetidas de volta para a comarca de origem, em Cabedelo, na região metropolitana, na manhã desta quarta-feira (7). Ele disse que uma testemunha chave ajudou durante o processo inicial de investigação.

“Concluímos o flagrante no prazo determinado, que é de até dez dias, com o auxílio de uma testemunha chave do caso, que confirmou a participação dos dois suspeitos, garantindo, inclusive, que o autor dos disparos foi um rapaz com uma tatuagem em uma das panturrilhas. Essa mesma tatuagem é identificada em um dos suspeitos”, afirmou o delegado.

Agora, de acordo com Josafá, a anexação de laudos periciais do local da morte e o exame cadavérico serão incluídos no inquérito. “A partir de agora, remetemos o caso para a Delegacia de origem, onde serão anexados laudos periciais do local do crime e o exame cadavérico, além de outras periciais que sejam necessárias, como a análise da arma do crime e do celular da vítima, para auxiliar na investigação do caso”, concluiu.

 

Portal Correio