Polícia prende Danúbia Rangel, mulher do traficante Nem da Rocinha

Rio – Danúbia de Souza Rangel, 33 anos, esposa do traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem, foi presa no início da noite desta terça-feira no bairro Tauá, na Ilha do Governador. Nem está em presídio federal e, mesmo assim, disputa o tráfico de drogas na Rocinha, Zona Sul, com Rogério Avelino, o Rogério 157.

Condenada a 28 anos de prisão por associação ao tráfico, tráfico de drogas e corrupção ativa, Danúbia estava saindo da casa de uma amiga, na Rua Carlos Magno, quando foi presa. Essa rua fica distante 20 minutos a pé do Morro do Dendê. Ao ser presa, disparos foram realizados do morro, o que fez os policiais saírem da rua onde estavam, que é residencial. “Acreditamos que ela estava sendo vigiada por seguranças, que souberam da prisão”, disse um investigador.

Danúbia, mulher do traficante Nem, foi presa nesta terçaDivulgação

Danúbia afirmou aos policiais que estava se deslocando para o morro, para onde tinha ido há duas semanas, desde que saiu da Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré. Assim como o Dendê, a Vila dos Pinheiros tem influência do tráfico do Terceiro Comando Puro (TCP). Conforme O DIA noticiou em maio, o TCP se uniu à facção Amigo dos Amigos, da Rocinha, formando o TCA (Terceiro Comando dos Amigos). Assim, Danúbia conseguiu se refugiar em favelas do TCP após ser expulsa da Rocinha por Rogério 157.

Aos policiais, ela disse não saber sobre a guerra na Favela da Rocinha. Sobre Nem, Danúbia relatou que não se comunicava com o marido por estar foragida.

Recados na Internet

Antes da prisão, nada parecia abalar Danúbia. No dia 29 de setembro, um perfil no Facebook atribuído a mulher do traficante postou: “Quem nasceu pra rainha nunca perde a majestade”. Na foto, a loira aparece de biquíni amarelo, um cordão dourado e um boné azul com o desenho de uma coroa

 Segundo investigações, Danúbia é a porta-voz de Nem, que está preso em um presídio federal em Porto Velho.

O Dia