Polícia prende dupla que tentava transferir R$ 1 milhão usando documentos falsos e apreende quase R$ 70 milhões em cheques

Polícia prende dupla que tentava transferir R$ 1 milhão usando documentos falsos e apreende quase R$ 70 milhões em cheques

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Homicídios e Repressão Qualificada da cidade Cabedelo, na grande João Pessoa, prendeu em flagrante delito, na tarde desta sexta-feira (18), uma dupla suspeita de praticar o crime de estelionato. Simone Guimarães Santos, 37 anos, e Tiago Santos de Souza, 33 anos, estavam tentando transferir R$ 1 milhão em uma agência bancária do município quando foram surpreendidos pela polícia.

“Simone, que é natural da cidade de Brasília, no Distrito Federal, junto com Tiago, que mora em João Pessoa, chegou ao Banco e apresentou documentos falsos, entre eles uma procuração pública em nome da titular da conta, uma pessoa que mora em Santa Catarina, de onde seria retirada a quantia e transferida para uma nova conta determinada pelos suspeitos. Como o valor era muito alto, o funcionário da agência que atendeu os dois desconfiou. Tentando não levantar suspeita, ele pegou os documentos alegando que ia dar entrada no sistema e chamou a nossa equipe”, disse o delegado Diego Garcia.

Quando os policiais chegaram à agência encontraram Simone e Tiago aguardando a liberação da transferência. Sem ter como fugir eles apresentaram os documentos falsos, três identidades e mais três cheques em nome de terceiros com valores de R$ 30 milhões, R$ 23 milhões e R$ 16 milhões. Na delegacia, Simone informou que estava passeando na Paraíba e que chegou ao Estado na quarta-feira (16). A ligação dela com Tiago estaria relacionada com um amigo em comum. Os dois foram autuados por estelionato, falsificação de documento e uso de documento público. Simone e Tiago serão apresentados segunda-feira (21) na audiência de custódia.

Paraiba Urgente