Polícia prende em Guarabira suspeito de matar professor de Educação Física em Santa Rita

CARRO POLICIA 21A Polícia Civil da Paraíba, através do núcleo de homicídios da 5ª Delegacia Seccional em Santa Rita, prendeu nesta terça-feira (25), Joedson Oliveira da Silva, 20 anos, no momento em que ele tentava embarcar para o Rio de Janeiro na rodoviária de Guarabira, no Brejo paraibano.

Joedson é acusado de ter assassinado em maio deste ano o professor de Educação Física Sieegbert Isídio de Farias, de 31 anos. Segundo o delegado Joames Eugênio, da Delegacia de Santa Rita, ele teve a prisão temporária decretada e deve permanecer preso pelos próximos 30 dias. “Joedson está sendo investigado e os indícios levam a crer que ele foi o autor do assassinato do professor. O crime teria sido encomendado porque Sieegbert possivelmente estaria tendo um caso extraconjungal. Até o momento não sabemos ainda quem foi o autor intelectual, mas as investigações continuam e, por isso, foi pedida a prisão temporária de Joedson”, informou.

A polícia chegou até o Joedson depois de perceber, ao longo das investigações, que ele deixou de frequentar a academia em que Sieegbert dava aulas no fim de semana subsequente ao crime. “Além de não ir mais à academia, Joedson viajou para o Rio de Janeiro e permaneceu por dois meses morando naquela cidade. No fim de semana passado, ele retornou à Paraíba com o propósito de levar a família para o Rio”, declarou o delegado.

Ainda segundo as investigações, Joedson Oliveira da Silva já responde como suspeito de outros crimes, como tráfico de drogas e homicídios. Após ser preso na rodoviária de Guarabira, ele foi levado para a 5ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, em Santa Rita, para prestar depoimento e depois encaminhado para a Central de Polícia, pois já responde por outros crimes.