‘Boião’, foragido da justiça e preso em Mamanguape

Polícia prende homem acusado de homicídio na zona rural de Mamanguape

preso por homiciodioPoliciais civis da cidade de Mamanguape, Litoral Norte da Paraíba, prenderam na manhã desta sexta-feira (23) o foragido da Justiça Edvaldo Silva dos Santos, conhecido como ‘Boião’. Ele é acusado de assassinar Marcos Roberto Marcolino Franco a golpes de faca. O crime aconteceu no mês novembro do ano passado, no Sítio Tabuleiro, zona rural daquele município.

Foram mobilizadas três equipes da Polícia Civil, sob a coordenação dos Delegados Marcos Paulo Sales e Steferson Nogueira Gomes. Os dois conseguiram localizar o suspeito na casa da cunhada dele, Maria Aparecida dos Santos, no Distrito de Olho D´água, município de Capim de Mamanguape. A ação contou ainda com a participação de agentes de investigação e o escrivão de polícia da delegacia de Mamanguape para concluir o procedimento.

Segundo o delegado Marcos Paulo Sales, após investigação, por meio da delegacia da cidade de Mamanguape, o delegado Thiago Augusto dos Anjos representou pela prisão preventiva de Edvaldo Silva dos Santos, tendo sido decretada a prisão pela juíza Elza Bezerra da Silva Pedrosa, titular da primeira vara de Mamanguape.

“Boião, como é conhecido o acusado, se subtraiu do distrito da culpa objetivando se ocultar da Justiça. No entanto, na última quarta-feira, uma denúncia registrada através do número 197 – Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) – informava o endereço de três imóveis onde poderia estar escondido o suspeito”, relatou.

A partir dessa informação, o delegado Marcos Paulo Sales representou por mandado de busca e apreensão nos referidos imóveis, tendo o Juiz Perilo Rodrigues de Lucena concedido à ordem nos endereços constantes na representação. Foram mobilizadas três equipes da Polícia Civil sob coordenação dos delegados Marcos Paulo Sales e Steferson Nogueira, que conseguiram localizar o foragido.

“Na ocasião da abordagem, o suspeito tentou ludibriar os agentes se apresentando com nome diferente do constante no mandado de prisão preventiva. No entanto, as equipes da polícia dispunham de fotografia do suspeito extraída de seu prontuário civil arquivado no departamento de identificação civil do IPC, o que levou ao reconhecimento imediato do acusado”, disse o delegado Steferson Nogueira.

O suspeito já respondeu por outro homicídio na comarca de Mamanguape, sendo, portanto reincidente. Ele agora será encaminhado à cadeia pública de Mamanguape, onde ficará à disposição da Justiça.

 

Redação com assessoria
WSCOM Online