Polícia prende homem com droga e arma no Altiplano Cabo Branco

Prisão DRE CG, 31.05.2016A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de João Pessoa, prendeu no início da tarde desta terça-feira (31), na comunidade Jardim Recreio, no bairro Altiplano Cabo Branco, o pescador Josemar dos Santos Silva, 47 anos. A polícia chegou até o pescador depois de investigar uma informação repassada para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (SEDS).

A pessoa que entrou em contato pelo telefone falou da existência de um ponto de venda de entorpecentes na comunidade. A ‘boca de fumo’, segundo ela, estava sendo comandada por um ex-presidiário. A partir da informação, os agentes de investigação começaram os levantamentos, que duraram cerca de 30 dias. Para identificar o suspeito, policiais civis à paisana foram várias vezes no local e na manhã desta terça-feira descobriram o endereço do denunciado.

Os policiais observaram o movimento na residência e entraram surpreendendo o pescador, que depois de ser abordado informou onde estava a droga e uma arma. “O alvo da ação era o filho de Josemar, mas como ele disse que o suspeito não morava com ele e assumiu que a maconha e o revólver calibre 38 que foram encontrados escondidos dentro do quarto pertenciam a ele, foi autuado por tráfico de drogas”, disse o delegado Thiago Sandes.

Na delegacia, durante o depoimento Josemar falou que é usuário de drogas e tentou justificar que a maconha encontrada na residência dele era para consumo. Ele também disse que o filho já cumpriu pena por tráfico de drogas. O pescador está recolhido na delegacia aguardando a audiência de custódia, que será realizada nesta quarta-feira (1). Se não for liberado, Josemar será encaminhado para o Presídio do Roger.

A Polícia Civil vai continuar o trabalho de investigação para descobrir o paradeiro do filho de Josemar, denunciado como o responsável pelo tráfico de drogas na comunidade Jardim Recreio. Exibindo Prisão DRE CG2, 31.05.2016.jpgExibindo Prisão DRE CG2, 31.05.2016.jpgExibindo Prisão DRE CG2, 31.05.2016.jpg

Secom