Polícia prende idoso acusado de estuprar filhas e netas em Massaranduba - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Polícia prende idoso acusado de estuprar filhas e netas em Massaranduba

idosoA Polícia Civil de Campina Grande prendeu, nessa quarta-feira (2), um homem de 78 anos acusado de estuprar duas filhas e duas netas. As crianças têm 12 e 13 anos de idade. A prisão foi realizada por policiais da Delegacia da Infância e Juventude (DIJ) e da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Infância e à Juventude (DRCIJ).O caso aconteceu na cidade de Massaranduba. De acordo com as informações obtidas pela polícia, o acusado praticava os crimes dentro da própria casa. “Uma de suas filhas conviveu maritalmente durante 10 anos com esse homem e teve dois filhos com ele”, detalhou a delegada Ana Gadelha.Os crimes chegaram ao conhecimento da polícia, através do Conselho Tutelar. Segundo o relatório do Conselho, uma segunda filha do acusado teve que fugir de casa aos dez anos de idade, pois não aguentava mais ser aliciada pelo pai. Ela se casou e teve duas filhas, mas continuou frequentando a casa do pai com as meninas. “Foram exatamente as filhas dessa mulher que passaram a ser as novas vítimas da violência sexual”, disse a delegada.

Todos na família sabiam dos abusos cometidos pelo idoso, mas ninguém queria denunciar o caso. A esposa do acusado temia que o marido fosse preso, enquanto que as filhas, à época em que eram violentadas, não tinham noção de como fazer a denúncia. “Segundo o que apuramos, o acusado dizia à própria esposa que ’não vou criar minhas filhas para os outros. Elas têm que passar por mim primeiro’. Ele nega as acusações, mas é o que consta na denúncia”, frisou Ana Gadelha.

O que chama atenção da Polícia é a possível participação do pai das meninas. Segundo os indícios, o genro do idoso receberia dinheiro para incentivar as filhas a frequentarem a casa do avô e serem abusadas sexualmente. “Se ficar confirmada essa denúncia, ele vai responder por favorecimento à prostituição infantil ou outra forma de exploração sexual. A pena para esse crime é de até 10 anos de prisão, que pode ser acrescida de mais cinco anos, pelo fato dele ser o pai das meninas”, informou a delegada Nercília Dantas.

O idoso foi preso por força de mandado de prisão. As delegadas ouviram uma filha e três netas do acusado. Todas confirmaram os atos de violência atribuídos ao pai/avô. As duas netas foram submetidas a exames no Instituto de Polícia Científica, e o acusado deverá seguir para um presídio.

Clickpb