Polícia prende suspeito de homicídio quando comemorava crime em Mamanguape

suspeito homicídio1A Polícia Militar prendeu, na noite dessa sexta-feira (19), na cidade de Mamanguape, Alan Carlos Dias, de 24 anos. Ele é acusado de matar a tiros, na mesma noite, o agricultor Almir Manoel da Silva, de 40 anos, dentro de um salão de cabeleireiro, no município.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia Independente, capitão Alberto Filho, o suspeito é foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na cidade de Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte, onde cumpria pena por roubo e receptação. “Ele foi preso no momento em que estava bebendo em uma casa pra comemorar o assassinato, através de uma ação conjunta entre o serviço de inteligência, Força Tática e Rádio Patrulha da 2ª Companhia Independente”, destacou.suspeito homicídio

O oficial disse ainda que o acusado já tinha trocado de roupa para dificultar a identificação dele, já que testemunhas repassaram as características do suspeito. “Ele trocou a camisa e se desfez do boné e da arma que ele estava no momento do crime, mas permaneceu com a mesma bermuda. A arma não foi encontrada no local onde ele foi preso porque um comparsa dele teria fugido com ela, minutos antes da chegada das guarnições”, completou.

Alan Carlos foi levado para a Delegacia da Polícia Civil, em Mamanguape, e confessou o crime na presença do delegado, revelando que o motivo do homicídio seria uma discussão que teve anteriormente com a vítima. O dono do cabeleireiro onde o crime aconteceu também foi baleado e socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa.

Assessoria