Polícia prende suspeitos de roubos e arrastões em Campina Grande - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Polícia prende suspeitos de roubos e arrastões em Campina Grande

quadrilhaA Polícia Militar prendeu quatro homens e apreendeu quatro adolescentes suspeitos de praticar arrastões, roubo a ônibus, tráfico de drogas e porte ilegal de arma em Campina Grande. As ações policiais aconteceram nos bairros das Malvinas, Dinamérica e Bodocongó.A última prisão foi na manhã desta quarta-feira (25), durante rondas dos policiais da Força Tática do 2º Batalhão na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro da Malvinas. A dupla Emanuel Guedes dos Santos e Levi Mateus Ferreira de Oliveira Silva, de 18 anos cada, foi flagrada – após abordagem à moto em que eles estavam – com um revólver calibre 38, um quilo de maconha e algumas pedras de crack. Eles foram levados para a Central de Polícia Civil, no bairro do Catolé.Na mesma delegacia, permanecem Júlio César Pereira Filho, de 18 anos, e dois adolescentes, de 15 e 16, detidos durante a noite dessa terça-feira (24) pelos policiais do Batalhão de Operações Especiais, no canal de Bodocongó, com uma espingarda calibre 12. O trio é acusado de realizar um arrastão no fim da tarde, dentro de um bar, no bairro do Mirante, além de outros dois registrados esta semana nas Malvinas e no mesmo bairro onde foi pego.

Ainda durante a tarde, no bairro Dinamérica, os policiais da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) interceptaram três suspeitos de assaltar o ônibus que faz a linha Bodocongó III, quando este passava na rua Amaro da Costa Barros. O trio era formado por Kaio Pablo Pereira Marques, de 22 anos, e duas adolescentes, de 17 e 15 anos. Eles utilizaram duas armas de brinquedos para praticar o assalto, mas todo o material roubado foi recuperado (três celulares e dinheiro).

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) está sendo utilizado no reforço das rondas policiais e abordagens nos locais identificados com maiores registros de ocorrências.

“Estamos atuando de forma intensa nas principais rotas de fuga dos acusados de realizar roubos e arrastões, abordando suspeitos a todo instante, tanto é que conseguimos deter um trio responsável de pelo menos três ações desta modalidade, uma delas praticada horas antes de serem pegos, e vamos continuar com esse apoio  às viaturas do policiamento ordinário, conforme determinação do comandante geral da Polícia Militar”, explicou o capitão Alysson Figueiredo, comandante da 5ª companhia do Bope, responsável pelo tropa especializada em Campina Grande.

 

 

A Polícia Militar prendeu quatro homens e apreendeu quatro adolescentes suspeitos de praticar arrastões, roubo a ônibus, tráfico de drogas e porte ilegal de arma em Campina Grande. As ações policiais aconteceram nos bairros das Malvinas, Dinamérica e Bodocongó.

A última prisão foi na manhã desta quarta-feira (25), durante rondas dos policiais da Força Tática do 2º Batalhão na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro da Malvinas. A dupla Emanuel Guedes dos Santos e Levi Mateus Ferreira de Oliveira Silva, de 18 anos cada, foi flagrada – após abordagem à moto em que eles estavam – com um revólver calibre 38, um quilo de maconha e algumas pedras de crack. Eles foram levados para a Central de Polícia Civil, no bairro do Catolé.

Na mesma delegacia, permanecem Júlio César Pereira Filho, de 18 anos, e dois adolescentes, de 15 e 16, detidos durante a noite dessa terça-feira (24) pelos policiais do Batalhão de Operações Especiais, no canal de Bodocongó, com uma espingarda calibre 12. O trio é acusado de realizar um arrastão no fim da tarde, dentro de um bar, no bairro do Mirante, além de outros dois registrados esta semana nas Malvinas e no mesmo bairro onde foi pego.

Ainda durante a tarde, no bairro Dinamérica, os policiais da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) interceptaram três suspeitos de assaltar o ônibus que faz a linha Bodocongó III, quando este passava na rua Amaro da Costa Barros. O trio era formado por Kaio Pablo Pereira Marques, de 22 anos, e duas adolescentes, de 17 e 15 anos. Eles utilizaram duas armas de brinquedos para praticar o assalto, mas todo o material roubado foi recuperado (três celulares e dinheiro).

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) está sendo utilizado no reforço das rondas policiais e abordagens nos locais identificados com maiores registros de ocorrências.

“Estamos atuando de forma intensa nas principais rotas de fuga dos acusados de realizar roubos e arrastões, abordando suspeitos a todo instante, tanto é que conseguimos deter um trio responsável de pelo menos três ações desta modalidade, uma delas praticada horas antes de serem pegos, e vamos continuar com esse apoio  às viaturas do policiamento ordinário, conforme determinação do comandante geral da Polícia Militar”, explicou o capitão Alysson Figueiredo, comandante da 5ª companhia do Bope, responsável pelo tropa especializada em Campina Grande.

 

ClickPB