Polícia prende trio acusado de roubos em João Pessoa

presos
A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos), prendeu na segunda-feira (4) três homens acusados de cometer assaltos na região de João Pessoa.

Clodoberto da Silva, de 31 anos, Ildefonso Lopes dos Santos Júnior, 29, e Ernesto Lima Gomes da Silva, de 22 anos, são acusados de roubar uma instituição de crédito no centro da Capital e um stand de vendas de uma construtora, no mês de outubro, no bairro do Altiplano.

De acordo com o delegado Aldrovilli Grisi, o trio planejou os assaltos por cerca de três meses. Durante os crimes, eles usavam boné, óculos escuros e fugiam em motocicletas, que depois eram trocadas por um carro, o que dificultava a ação imediata da Polícia Militar.

Durante o levantamento de informações feito pelos policiais, descobriu-se que Ernesto Lima teria ido à instituição de crédito no dia anterior ao assalto, possivelmente para observar o local, e como é cliente da agência, a visita não levantou suspeitas.

Imagens do circuito de câmeras comprovaram a presença dele em companhia de Clodoberto da Silva. No dia seguinte, Ernesto voltou à agência em busca de atualizar dados pessoais e indicar possíveis alvos. Horas depois, Clodoberto invadiu o local e realizou o assalto, levando pertences de clientes e também a arma do vigilante, e depois fugiu de moto, recebendo o apoio de Ildefonso Lopes e de um quarto homem que ainda não foi identificado pela polícia.

“Eles escolhiam os alvos não só pela questão financeira e sim pela possibilidade de roubar armas da empresa de vigilância. Isso mostra a frieza e o alto nível de agressividade dos acusados”, disse o delegado.

Dias depois do assalto à agência bancária, a Polícia Civil recebeu a denúncia de que um stand de vendas de uma construtora no bairro do Altiplano também tinha sido assaltado. Investigações comprovaram que o mesmo trio que assaltou a instituição bancária também roubou a construtora.

Com a ajuda do depoimento das vítimas e as imagens do circuito de câmeras dos dois estabelecimentos, no domingo (3) foi possível identificar e em seguida descobrir a localização dos acusados. Clodoberto Silva e Ildefonso Lopes foram presos no bairro Colinas do Sul, em João Pessoa, e Ernesto Lima enquanto trabalhava como entregador de refeições de um restaurante da Capital.

Clodoberto Silva e Ildefonso Lopes tinham passagem pela polícia e cumpriram penas por roubo, lesão corporal, homicídio e porte ilegal de arma. Os dois são ex-presidiários e ainda se investiga se eles podem ser foragidos do Presídio Padrão de Santa Rita.

Ambos se conheceram na prisão, onde conviviam com o irmão de Ernesto Lima. As investigações apontam que, a partir dessa relação, eles formaram o trio para planejar assaltos na região metropolitana de João Pessoa.

Segundo a polícia, Ernesto Lima não tinha participação direta nos assaltos, mas tinha a função de identificar as vítimas e repassar informações para os outros dois executores. As imagens do circuito interno de câmeras mostram ainda a participação de uma quarta pessoa que ainda está sendo investigada.

O trio fica agora à disposição da Justiça. Eles vão responder por roubo qualificado, formação de quadrilha e posse ilegal de armas.

“É bom ressaltar que nós conseguimos muitas informações sobre a ação desses criminosos com a população. As pessoas ajudavam nos dando pistas pelo 197 da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds). Isso nos mostra que um cidadão consciente é sinônimo de uma polícia eficiente, que cumpre o seu papel. O apoio da sociedade civil foi responsável e importante”, finalizou Aldrovilli Grisi.

Fonte: Secom/PB