Polícia suspeita que jovem natural de Santa Rita pode ter sido assassinada por namorado no RJ

Polícia suspeita que jovem natural de Santa Rita pode ter sido assassinada por namorado no RJ

paraibana morta rioA policia suspeita que Bianca Estevam, Natural da cidade de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa pode ter sido morta por asfixia pelo namorado Douglas Fernandes, de 22 anos. O crime aconteceu no final da tarde desta quarta (20) em Ramos, na Zona Norte do Rio, perto da saída da Ilha do Fundão, segundo a Polícia Civil do Rio. A Divisão de Homicídios da Capital já realizou perícia no local e acusado teria usado um fio de telefone para cometer o assassinato.

De acordo com a polícia, o crime teria sido cometido pelo rapaz, que não aceitou o término do relacionamento. Segundo uma amiga da vítima, Douglas planejou o crime, pois sabia que Bianca estaria sozinha em sua casa e que sua mãe só chegaria do trabalho depois das 16h.

“Estava tendo muita briga e ela não estava aguentando mais. Ela deu um tempo até… e decidiu separar, não querer mais, entendeu? E ele dizia que amava muito ela. Ele perguntou se ela queria fazer isso mesmo… Aí ela: É. Aí, é o que aconteceu. Nunca pensei que ele ia fazer isso, entendeu, com ela. Nunca. Ah, meu Deus, não consigo falar”, disse a amiga, que não quis se identificar. O casal estava separado há apenas uma semana.

Nas redes sociais, amigos prestaram homenagens à Bianca. “Que Deus ilumine a sua chegada ao céu e que ilumine não só o coração da sua família, como de todos que sempre irão te amar. Meus sinceros sentimentos a todos”, diz uma das mensagens

Após o crime, Douglas tentou se matar ingerindo veneno. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Getúlio Vargas. Segundo funcionários do hospital, ele passou por uma lavagem estomacal por ter ingerido chumbinho e está em observação. Douglas precisou fazer um procedimento de lavagem estomacal para retirar a substância do organismo. Ele está internado na unidade sob custódia da polícia.
A Polícia Civil afirmou que uma perícia minuciosa foi realizada no local.

G1-RJ\Redação