Policiais civis da Paraíba param as atividades e sinalizam indicativo de greve

Greve civilAgentes de investigação, escrivães e motoristas da Polícia Civil da Paraíba anunciam que vão parar as atividades das 8h às 18h na próxima terça-feira (22) para protestar contra a Medida Provisória 222, que trata sobre promoções e outros benefícios a parte dos profissionais da PC, sem alcançar agentes, escrivães e motoristas.

De acordo com o presidente da Aspol-PB, Sandro Bezerra, todo o atendimento feito nas delegacias será interrompido por 10 horas. “A paralisação das atividades dos policiais civis dos cargos de agente de investigação, escrivão de polícia e motorista policial, servirá como forma de ‘advertência’ para uma futura e possível paralisação por tempo indeterminado, caso esta inconstitucionalidade gritante venha a se concretizar”.

Sandro falou que às 9h será servido um café da manhã em frente à Assembleia Legislativa da Paraíba, em João Pessoa, onde os profissionais devem se reunir com deputados para discutir sobre a MP 222.

O presidente adiantou que policiais civis de todo o estado confirmaram que vão participar da manifestação na terça-feira (22) na Capital e disse ainda que a paralisação de dez horas foi deliberada e aprovada por unanimidade em assembleia da categoria realizada na sexta-feira (11) na sede da Aspol-PB.

Portal correio