João Pessoa 18/09/2018 22:56Hs

Início » Política » Vereadores tramam derrubada do prefeito Netinho

Vereadores tramam derrubada do prefeito Netinho

prefeitura de Santa RitaO prefeito de Santa Rita, Netinho de Várzea Nova, denunciou na manhã desta quarta-feira (25) em entrevista de rádio um suposto esquema montado para a derrubada dele da prefeitura do município. O gestor apontou o ex-tesoureiro, Fábio Cosme, que é atual tesoureiro da Câmara Municipal e oficial de justiça, além de acusar o presidente da Câmara, Anésio Miranda.

Segundo Netinho, Anésio, Fábio, juntamente com o vereador Josa de Nezinho e outros envolvidos, tramam derrubá-lo da prefeitura. Em contato com o secretário adjunto de Comunicação de Santa Rita, Manno Costa. Ele contou detalhes do que classificou como “jogo de cena” para a tomada de poder na cidade.

Ligações familiares

“Fábio é tesoureiro da gestão de Reginaldo, atual tesoureiro da Câmara e oficial de justiça, o que não pode. Além disso, ele é esposo da ex-secretaria de Saúde, Ana Carla Palmeira. E Ana Carla é irmã de Jackeline, que é ex-companheira e mãe dos filhos de Josa de Nezinho, outro envolvido no esquema. Josa é ex-presidente da Câmara”, relatou o adjunto.

Suposta tentativa de agressão

Ele também apontou o envolvimento de outros nomes e contou que um princípio de tumulto aconteceu ontem na prefeitura. “O vereador João Júnior e Josa tentaram agredir o procurador do município, Marcelo Trindade. Estávamos tentando entregar a cópia dos balancetes (que regularizam a conta da prefeitura, bloqueada pelo TCE-PB) e eles não queriam receber. Ontem era umas 10h da manhã  e aconteceu isso aqui.”

Deputado João Gonçalves

Manno Costa ainda falou sobre a repentina preocupação do deputado João Gonçalves com Santa Rita, o qual pediu intervenção na gestão do município. “João Gonçalves está fazendo o jogo de Zé Paulo, que é aliado dele na Assembleia, e de João Júnior.” O secretário adjunto disse que o vereador João Júnior tem proximidade de parentesco com o deputado João Gonçalves.

Denúncia grave

Outro apontamento grave foi feito por Netinho e por Manno Costa. Ele disse que há na prefeitura um computador com provas do esquema. “Tem uma pasta no computador da administração com todos os acordos entre Reginaldo e os vereadores. São propostas de R$ 30 mil e cargos na prefeitura oferecidos por Reginaldo Pereira (no tempo em que ele ocupava a prefeitura)”, denuncia o adjunto.

O prefeito

Netinho de Várzea Nova ainda relatou que qualquer problema que houver contra a vida dele e de algum familiar, será culpa dos vereadores da Mesa Diretora da Câmara. Ele isentou o ex-prefeito Reginaldo Pereira de culpa sobre qualquer risco que pode correr e disse que vai revelar mais denúncias contra os parlamentares da cidade.

Auditoria

O secretário adjunto ainda informou que o Ministério da Saúde e o Ministério Público Federal (MPF) realizam vistorias na gestão para solucionar os impasses da Saúde no município.

Santa Rita1