Ponte Preta atropela o Vasco em São Januário

vasco perde ponte pretaA Ponte Preta foi a última equipe a se aproveitar da má fase do Vasco. Nesta quarta-feira, a Macaca foi a São Januário e não teve dificuldades para superar por 3 a 0 o Cruz-Maltino, que desperdiçou pênalti e ainda teve dois jogadores expulsos.

 

Com o resultado, os cariocas somam apenas três pontos em cinco partidas no Campeonato Brasileiro, com apenas um gol marcado. O time campineiro já somou 11 pontos e é uma das surpresas da competição.

 

A Ponte abriu o placar logo no primeiro minuto. Diguinho perdeu bola no meio de campo e a Macaca encaixou um contra-ataque fulminante. Biro Biro lançou Cajá pela esquerda. O meia cortou o zagueiro e cruzou fechado. Jordi dividiu com atacante adversário e a bola sobrou para Diego Oliveira, que mandou para o fundo do gol.

 

A Macaca quase ampliou aos 18, quando Biro Biro bateu de fora da área, Jordi espalmou e Diego Oliveira jogou o rebote na rede pelo lado de fora.

 

Aos 23, o Vasco teve a melhor oportunidade para empatar. Gilberto foi lançado, se enroscou com Pablo na área e sofreu o pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas bateu muito mal, no meio, e Marcelo Lomba defendeu mesmo tendo caído para o canto.

 

A situação do Gigante da Colina piorou de vez cinco minutos depois. Biro Biro deu ótimo lançamento para Felipe Azevedo, que saiu na cara de Jordi, driblou o goleiro e foi derrubado. O arqueiro cruz-maltino recebeu o vermelho direto pela falta fora da área. Na cobrança, Cajá ainda acertou a trave.

 

Aos 36, o Vasco quase marcou com chute do lateral Christiano, que acertou o pé da trave. Mas a noite não era do Gigante da Colina. Dois minutos depois, Cajá cobrou escanteio, Josimar desviou na primeira trave e Tiago Alves ampliou o placar.

 

A Ponte Preta diminuiu o ritmo na segunda etapa. E o Vasco, mesmo com alterações ofensivas, não conseguiu assustar. A única chance do time da casa saiu em uma dividida de Gilberto com o goleiro.

 

Mesmo sem forçar, ainda deu para Borges fazer seu primeiro gol com a camisa da Ponte. O atacante, que entrou no segundo tempo, precisou de duas chances para superar o goleiro Jordi e definir o 3 a 0 para os visitantes.

 

No final, Gilberto completou sua péssima atuação ao receber o cartão amarelo por reclamação, seguir protestando e ser expulso com o vermelho.