João Pessoa 23/05/2019

Início » Mundo » Por tensão no Irã, embaixada dos EUA retira funcionários do Iraque

Por tensão no Irã, embaixada dos EUA retira funcionários do Iraque

Serviços de vistos serão suspensos Precaução contra milícias iranianas

Embaixada norte-americana em Bagdá, no IraqueWikipédia

Em meio a tensões com o Irã e após recentes ataques contra petroleiros e instalações no Golfo Pérsico, os Estados Unidos ordenaram que funcionários que não precisam atuar em casos de emergência deixem a embaixada norte-americana do Iraque imediatamente. Os EUA atribuem ao Irã os ataques aos petroleiros. Teerã nega.

O alerta foi divulgado pelo site da embaixada nesta 4ª feira (15.mai.2019).

A decisão veio em meio a temores de que uma milícia iraniana que tem atuação dentro do Iraque possa atacar cidadãos e soldados norte-americanos no país.

O governo dos EUA tem capacidade limitada para fornecer serviços de emergência aos cidadãos dos EUA no Iraque“, disse a embaixada.

Além disso, os serviços de visto serão temporariamente suspensos na embaixada americana de Bagdá e no consulado dos EUA em Erbil –4ª maior cidade iraquiana.

Apesar de não dar especificações sobre o aumento das ameaças iranianas, os EUA já iniciaram uma série de movimentos militares na região na semana passada, que incluíram o envio de um porta-aviões e de uma frota de bombardeiros. O governo norte-americano acusa grupos terroristas e insurgentes de orquestrar ataques “iminentes”.

“As milícias sectárias antiamericanas também podem ameaçar cidadãos americanos e empresas ocidentais em todo o Iraque”, afirma o comunicado.

Poder360