PP adia anúncio do pré-candidato ao governo do Estado - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

PP adia anúncio do pré-candidato ao governo do Estado

PARTIDO PROGRESSISTAO Partido Progressista (PP) adiou mais uma vez a escolha de seu pré-candidato ao governo do Estado. A decisão, que deveria ter sido tomada ontem, foi protelada para a última semana de março. O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Charlinton Machado, disse ontem que o atraso atrapalha o calendário que as legendas do blocão (PT, PP e PSC) estavam seguindo para definir o candidato do grupo.

Ele explicou que o PT precisa de uma definição até a próxima semana para poder desenhar suas próximas estratégias políticas. “Tínhamos definido que hoje era a data final para esta decisão. Tínhamos uma reunião marcada com os líderes do blocão, mas teve que ser adiada. Já estamos perdendo muito tempo para tomar esta decisão. Nosso calendário está atrasado”, lamentou Charlinton.

A agenda do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP), é o motivo apresentado pelo PP para o atraso na decisão do partido sobre o nome para a disputa. Segundo o presidente estadual da legenda, Enivaldo Ribeiro, a presença do ministro é imprescindível para a escolha do nome que vai disputar dentro do blocão com Nadja Palitot, lançada pelo PT em 10 de dezembro, e Leonardo Gadelha, lançado pelo PSC dez dias depois.

“Ele tem viajado muito. Nesta semana esteve na Paraíba, mas sempre em eventos oficiais. Não dava para ele abrir um tempo em sua agenda para discutir este assunto, mas agora, que ele está mais próximo de se licenciar, acredito que vai ficar mais fácil”, disse Enivaldo Ribeiro, afirmando ainda que entre os dias 25 e 28 teria uma decisão sobre o nome que disputará pelo PP. “Precisamos fazer uma consulta no partido como um todo. Precisamos de um candidato que congregue em torno de si mais forças políticas”, declarou.

No dia 20, o Diretório Nacional do PT realizará reunião, na qual tomará decisões sobre as alianças locais e, no dia 22, o encontro estadual, onde as decisões nacionais serão apresentadas aos membros do partido.

O presidente do PT disse que no dia 19 vai a Brasília, onde terá uma série de reuniões com dirigentes nacionais e se decidirá qual caminho será seguido na Paraíba. Segundo Charlinton, a legenda no Estado acatará a decisão nacional, pois o objetivo principal do PT neste momento é a reeleição de Dilma Rousseff.