Prefeita da região de Cajazeiras dispara e ganha destaque como a que mais gasta com diárias; Em obras ela não gastou nada. Veja!

prefeita gastadoraA prefeita Lucrécia Adriana (PMDB), da cidade de Joca Claudino, região de Cajazeiras continua na liderança dos gestores que mais usam o dinheiro público com diárias no Estado da Paraíba. Com os dados divulgados através do site do Tribunal de Contas (TCE), a prefeita criticou jornalistas e tentou explicar os gastos exorbitantes com  o dinheiro do povo, mas foi inútil.

Neste mês de setembro o TCE voltou a informar as despesas das prefeituras referentes ao período e aponta a gestora como a que não se preocupa em poupar o dinheiro público.

Lucrécia, que administra uma cidade com pouco menos de três mil habitantes, gastou mais dinheiro com diárias do que a prefeita gastou de Cajazeiras, Denise Albuquerque (PSB), que gere um município com quase 50 mil moradores.

Segundo o TCE, Lucrécia usou R$ 9.525,25, enquanto Denise gastou R$ 7.850, no mesmo período.

A prefeita gastadora também superou o dinheiro com diárias gastos pelo prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB), que administra uma cidade de 65 mil habitantes. O peemedebista gastou R$ 9.096,44.

Lucrécia poderia justificar os gastos com diárias para conseguir benefício para a pequenina Joca Claudino, mas neste período a gestora não gastou R$ 1 com obras, conforme consta no site do TCE.

Outro veículo de comunicação estadual, o ClickPB disse que os valores gastos por Lucrécia podem assustar, pois somente até o mês de julho deste ano, ela gastou o equivalente a pelo menos 100 salários mínimos com diárias civis.

Os dados que comprovam a esbanjamento do dinheiro público estão disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado (TCE) da Paraíba.

O pequeno município já recebeu este ano quase  R$ 8 milhões,  até julho a prefeitura já havia recebido R$  6.819.816,61.

O site estadual ainda alertou ainda que o alto valor em diárias recebido por  Lucrécia deve desencadear uma fiscalização do Ministério Público que está analisando gastos exagerados em algumas prefeituras do Alto Sertão.

Lucrécia vem sendo denunciada pela imprensa por gastos do dinheiro público acima do normal.

A prefeita já foi condenada pelo TCE no mês passado a devolver aos cofres públicos cerca de R$ 200 mil, e no mesmo mês, o tribunal imputou uma multa no valor de R$ 298.714,93, totalizando cerca de R$ 500 mil que a gestora deverá reembolsar para o município.

Depois da condenação para devolver aos cofres públicos o montante de R$ 160.701,20,  o Tribunal de Contas do Estado (TCE) da Paraíba imputou mais um débito nesta quarta-feira (18), a prefeita de Joca Claudino, região de Cajazeiras, Lucrécia Adriana (PMDB).

O TCE realizou inspeção especial no município de Joca Claudino, onde resultou na imputação do débito de R$ 138.013,73 à prefeita Lucrecia, por saldo de caixa não comprovado. Somando os montantes, a prefeita terá que devolver aos cofres públicos R$ 298.714,93.

A prefeita deixou de apresentar defesa aos autos do processo, e de acordo com assessoria jurídica, a gestora sertaneja poderá ter as contas referente ao exercício de 2013 reprovadas. O relator do processo de Lucrécia foi Arnóbio Viana.

No ano passado, após sua reeleição, a prefeita Lucrécia fez uma longa viagem internacional, e postou em sua página do Facebook, sua visita a cidade da Flórida nos Estado Unidos.

Diário do Sertão