Prefeita de Cajazeiras diz que dívida com Previdência Social é superior a R$ 30 milhões

Denise umA prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque disse esta semana que a receita do município está totalmente comprometida com folha de pessoal, o pagamento do parcelamento de dívidas como energia, precatórios trabalhistas e principalmente previdência social. Denise informou que, a dívida somente com o INSS e IPAM é superior a 30 milhões de reais.

A gestora também lembrou a implantação do Piso Salarial dos Professores e a implantação das gratificações retiradas pela gestão passada, que alegava falta de recursos.

A Prefeitura também faz o repasse de um pouco mais de R$ 220 mil mensalmente para Câmara Municipal e o repasse à contribuição patronal do IPAM, que também é um montante considerável.

“Mesmo assim, estamos trabalhando com muito planejamento e responsabilidade, para honrar os compromissos, principalmente o pagamento dos funcionários”, disse a prefeita.

Pendências
A prefeita Denise disse que encontrou a administração municipal totalmente destroçada e as finanças desequilibradas. “Eram postos de saúde, escolas, Samu e Pólo de confecções sem funcionar”, disse.

Denise disse que todas as pendências junto ao Governo Federal, no CAUC, CADIN, foram retiradas. Em alguns casos, a administração responsabilizou judicialmente os ex-gestores Léo Abreu e Carlos Rafael.

A prefeita afirmou que, por causa dessas pendências, o município perdeu os R$ 7 milhões disponibilizados pelo Ministro Agnaldo Ribeiro, do Ministério das Cidades, para urbanização do entorno do Açude Grande, mas que já está trabalhando para que esse dinheiro seja novamente disponibilizado.

DIÁRIO DO SERTÃO com Gazeta do Alto Piranhas