Prefeito de Sorocaba, José Crespo tem mandato cassado estado de São Paulo

Prefeito de Sorocaba, José Crespo tem mandato cassado estado de São Paulo

José Crespo nega irregularidades na Prefeitura de Sorocaba — Foto: TV TEM/Reprodução

Após 13 horas de sessão, a Câmara dos Vereadores decidiu cassar o mandato do prefeito de Sorocaba (SP), José Crespo (DEM), investigado por uma Comissão Processante por supostas irregularidades na contratação de voluntários na prefeitura.

Para que Crespo perdesse o mandato, era necessário que pelo menos 14 dos 20 vereadores votassem a favor da cassação. Apenas quatro parlamentares foram contrários ao relatório da CP e 16 votaram “sim” pela cassação nos três ques

Mandato de prefeito de Sorocaba é cassado

Questionado sobre o resultado, o advogado de Crespo, Marcio Leme, disse que ainda é cedo para dizer o que será feito. “Vamos refletir tudo isso”, comentou.

A sessão desta quinta-feira foi a segunda do ano a decidir sobre o mandato de um representante do Executivo. Em junho, os vereadores votaram contra o relatório da Comissão Processante que pedia a cassação do mandato da vice-prefeita, Jaqueline Coutinho (PTB).

Veja como votou cada vereador:

  • Anselmo Rolim Neto (PSDB) – Sim
  • Cíntia de Almeida (MDB) – Não
  • Hélio Mauro Silva Brasileiro (MDB) – Sim
  • José Francisco Martinez (PSDB) – Sim
  • Francisco França da Silva (PT) – Sim
  • Fausto Salvador Peres (Podemos) – Sim
  • Fernanda Schlic Garcia (PSOL) – Sim
  • Fernando Alves Lisboa Dini (MDB) – Sim
  • Hudson Pessini (MDB) – Sim
  • Iara Bernardi (PT) – Sim
  • João Donizeti Silvestre (PSDB) – Sim
  • José Apolo da Silva (PSB) – Não
  • Péricles Régis Mendonça de Lima (MDB) – Sim
  • Irineu Donizeti de Toledo (PRB) – Não
  • Luis Santos Pereira Filho (Pros) – Não
  • Renan dos Santos (PCdoB) – Sim
  • Rodrigo Maganhato (DEM) – Sim
  • Antonio Carlos Silvano Júnior (PV) – Sim
  • Vitor Alexandre Rodrigues (MDB) – Sim
  • Wanderley Diogo de Melo (PRP) – Sim
Sessão extraordinária teve início às 13h de quinta-feira (1º) — Foto: Carlos Dias/G1Sessão extraordinária teve início às 13h de quinta-feira (1º) — Foto: Carlos Dias/G1

Sessão extraordinária teve início às 13h de quinta-feira (1º) — Foto: Carlos Dias/G1

G1