prefeito

Prefeito decide fechar UPA e não sabe quando vai abrir

berg_lima_prefeito_de_bayeuxO atendimento na UPA foi suspenso na manhã de hoje por decisão de Berg Lima (Foto: Divulgação)

O atendimento na UPA de Bayeux foi suspenso nesta segunda feira (4),  por determinação do prefeito Berg Lima que não sabe quando vai reabri a unidade de atendimento. Berg, segue o exemplo do prefeito de Patos, e justifica a decisão sob o argumento de que a UPA não tinha condições de realizar atendimento ao público e nem estrutura para receber os pacientes.

A diretora da UPA, Ludmila Cardoso, disse que a situação é tão crítica que até o atendimento de baixa complexidade fica comprometido.

Segundo o secretário, abrir as portas da Unidade, nessa situação seria irresponsável. “É um crime a gente atender a população nessa situação. Não temos a menor condição de funcionar nem como PSF, imagina como uma UPA que o atendimento é de uma maior complexidade”, disse.

A Secretaria de Saúde só pretende normalizar a situação da UPA após levantar toda a situação da Unidade, até lá ela segue fechada para o atendimento.

ClickPB