Reginaldo Pereira justificou a atual crise financeira deixada pelos nove meses de gestão do vice-prefeito

Prefeito justifica impasse com clube de futebol e opta em pagar hospital e professores

reginaldo fraudeO prefeito de Santa Rita Reginaldo Pereira justificou a atual crise financeira deixada pelos nove meses de gestão do vice-prefeito, para justificar a dificuldade em fazer o repasse de R$ 70 mil por mês ao Santa Cruz.

Enquanto prefeito em 2013, Reginaldo Pereira foi um dos principais responsáveis pela volta do clube à 1ª Divisão do Paraibano, após uma longa espera. Desta vez as altas dívidas herdadas pela atual administração têm comprometido o patrocínio ao Tricolor Canavieiro.

“Os servidores estão com salários e fornecedores com os pagamentos atrasados. As secretarias não têm o mínimo de material de expediente”, argumentou Reginaldo em sua volta recente ao cargo.

Segundo o prefeito a prioridade é colocar em dia os pagamentos dos servidores municipais, a exemplo dos professores, o que vem fazendo na medida do possível, desde que reassumiu a prefeitura em Dezembro do ano passado.

Por sua vez a população de Santa Rita tem receio que a contribuição de R$ 70 mil mês ao Santa Cruz possa comprometer o repasse da prefeitura de R$ 41 mês ao Hospital Flávio Ribeiro, o único público da cidade, como também afetar a quitação da folha de Dezembro dos professores, cujo dinheiro do Fundeb foi desviado para outros fina na gestão anterior.

Apesar das dificuldades, o gestor deve anunciar nos próximos dias uma proposta de a prefeitura ajudar o Santa Cruz, inclusive com parcerias com empresas privadas. Antes de ser afastado por equívoco da câmara municipal, Reginaldo pagava os trabalhadores e fornecedores em dia, o que prometeu voltar a fazer.

Ascom