Prefeito Luciano Cartaxo evita defender companheiro de sigla, José Dirceu

cartaxo ñ defende dirceuApós participar da reabertura dos trabalhos da Câmara Municipal de João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo (PT) foi interpelado sobre a prisão do ex-ministro da Casa Civil e membro do mesmo partido, José Dirceu, preso por suposto envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras, limitando-se a dizer que espera que Dirceu tenha direito à defesa.

Dirceu foi levado inicialmente para a Superintendência da Polícia Federal em Brasília, logo após o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), proferiu decisão colocando Dirceu à disposição da 13ª Vara Federal de Curitiba e autorizando sua transferência para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

“As instituições têm autonomia, têm independência no país inteiro, a Polícia Federal, o Ministério Público, a Justiça tem cumprido o seu papel. A gente espera tão somente que Zé Dirceu e os demais possam ter o legítimo direito de defesa como todo cidadão brasileiro tem. Essa é uma questão que a justiça está se pronunciando e cabe a cada um fazer a sua defesa” declarou o prefeito da Capital.

PB Agora