Prefeito paraibano é denunciado em rede nacional e poderá ser cassado

prefeito de montadasUm suposto favorecimento de água envolvendo a Prefeitura Municipal de Montadas, a 155 km de João Pessoa, foi denunciado neste domingo (7), em rede nacional, pelo programa ‘Repórter em ação’. A distribuição de água estaria beneficiando apenas os eleitores do prefeito Jairo Herculano de Melo (PSB).

A reportagem mostrou o caso do aposentado Raimundo das Chagas que solicitou água ao governo municipal há três meses, mas garantiu que o líquido ainda não chegou por não ter votado no atual gestor. Idoso e com problemas de saúde, o homem pediu esclarecimento à Prefeitura, mas o problema continua. “Se eu tivesse votado no prefeito, eu seria beneficiado. Fiz o pedido na prefeitura do carro pipa, mas até agora não chegou. Tenho que tirar da minha aposentadoria (R$ 722) para não morrer de sede ”, lamentou.

Audilânio Simplício, ex-funcionário da prefeitura que respondia pela distribuição de água, confirmou a existência de uma ‘lista da seca’ com os nomes dos moradores – que votaram no prefeito e têm água garantida durante o período de estiagem. “Eu fui demitido porque distribuía água para todos que solicitavam o carro pipa, sem fazer distinção de cor partidária. Mas, há uma lista com os nomes dos eleitores do atual gestor”, falou. 

Montadas está em colapso de água e figura na lista dos 195 municípios que tiveram a situação de emergência decretada pelo governo da Paraíba. Sobre a denúncia, o prefeito foi ouvido pela reportagem e negou privilegiar os seus eleitores. “É pura, pura, puríssima questão da oposição”, avisou.

O Promotor da Comarca de Esperança, Leonardo Cunha Lima de Oliveira, assegurou que, caso comprovado o crime, o gestor municipal poderá ser indiciado por conduta criminosa e ato de Impropriedade Administrativa, o que poderá cominar com a perca dos direitos políticos seguido de Perda de Mandato.

Ainda de acordo com o Ministério Público, já foi ouvido mais de 10 testemunhas, algumas afirmaram terem feito o pedido de água ao próprio prefeito Jairo Herculano de Melo, mas tiveram os seus pedidos negados pelo gestor.

Essa não foi a primeira vez que a emissora nacional denuncia o caso. No início do ano o prefeito foi acusado de favorecimento na distribuição de água, após essa reportagem os vereadores protocolaram na Câmara Municipal de Montadas o pedido de abertura de CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito, para apurar denúncias de que a Prefeitura estaria beneficiando ou beneficiou determinadas pessoas com a famosa “lista da seca”.

Redação