Prefeito paraibano morre vítima de parada cardíaca em Campina; RC e vice governador lamentam morte do político

Romulo gouveia falaO prefeito do município de Caraúbas, Severino Virgínio da Silva (Severino Dudu), morreu na madrugada deste domingo (20), após sofrer uma parada cardíaca.

O administrador que tinha 74 anos, estava hospitalizado desde o dia 12 de abril na Clínica Santa Clara, em Campina Grande e não resistiu a complicações de uma cirurgia , falecendo às 2h10 da madrugada.

O governador Ricardo Coutinho disse que o município de Caraúbas e a região do Cariri perdem um grande homem público que dedicou a sua vida ao desenvolvimento do município com uma postura republicana de atender a todos sem distinção política.

Ricardo Coutinho lembrou que o grande sonho de Severino Dudu era retirar Caraúbas do isolamento asfáltico e pode acompanhar a sua satisfação de ver o andamento das obras no trecho entre o município do Congo e Caraúbas, ligando também a São Domingos, no projeto da rodovia Anel do Cariri.

O vice-governador Rômulo Gouveia lamentou, na madrugada deste domingo (20), a morte de Severino Virgínio da Silva, atual prefeito de Caraúbas.

Rômulo destacou o trabalho do prefeito Severino Dudu em defesa e pelo desenvolvimento da cidade, além de sua dedicação a família.

Severino Dudu era natural do Sítio Salinas, em Caraúbas. Foi o primeiro prefeito de Caraúbas em 1997 e estava exercendo o terceiro mandato. Também foi vereador três vezes em São João do Cariri quando o distrito de Caraúbas ainda não havia sido emancipado. Na eleição de 2012, Severino Dudu foi eleito com 1.978 votos, o equivalente a 64,12% dos votos válidos.

Redação