Prefeitura de Campina Grande abre inscrições para as 4.100 casas populares

Prefeitura de Campina Grande abre inscrições para as 4.100 casas populares

romero casas campinaA Prefeitura de Campina Grande vai abrir novas inscrições para quem deseja adquirir uma das 4.100 imóveis do Complexo Aluízio Campos, que serão entregues a partir do mês de maio de 2016. As inscrições acontecerão no período de 26 de outubro a 6 de novembro, no antigo Museu Vivo da Ciência e Tecnologia, devendo o sorteio das moradias acontecer até o final deste ano. O prefeito Romero Rodrigues informou, nesta quarta-feira (14), que mesmo quem já tem cadastro junto à Prefeitura deverá se submeter ao novo processo, com o objetivo de atualizar o Cadastro Único por moradia do município.O interessado deverá apresentar RG, CPF, NIS atualizado, comprovante de residência, comprovante de renda (abaixo de R$ 1.600,00), certidão de casamento e, se for o caso, laudo de comprovação de deficiência física. O processo será coordenado pela Secretaria de Planejamento (Seplan) e só serão atendidas habitantes de Campina Grande que ainda não possuem residência, conforme critérios estabelecidos por legislação federal e municipal. Além dos deficientes físicos, também receberão prioridade pessoas idosas e aquelas ainda residentes em áreas de risco.

Durante a divulgação do empreendimento, que dispõe de completa infraestrutura, a Prefeitura de Campina Grande apresentou uma casa modelo e informou que as inscrições serão realizadas no período de 26 de outubro a 6 de novembro, no antigo Museu Vivo da Ciência e Tecnologia, devendo o sorteio das moradias acontece até o final deste ano. As prestações mensais serão de R$ 25,00 a R$ 70,00, variando conforme a margem salarial do contemplado.

O Complexo Aluízio Campos é uma parceria entre o governo federal e a Prefeitura Municipal de Campina Grande. A obra representa um investimento total de R$ 300 milhões, sendo que a contrapartida do Município é de R$ 23 milhões. As unidades são construídas pela construtora Rocha Cavalcanti, de Campina Grande.

Entrega  

As primeiras mil casas serão entregues em maio de 2016. Cada unidade tem elevado padrão de qualidade, contando com acessibilidade, cobertura com aço galvanizado -tendo garantia de dez anos e durabilidade de 50 anos, além de reboco com gesso, cerâmica tipo Porto Belo, energia elétrica, energia solar, telhas de cerâmica, caixa d’água, sala, cozinha, banheiro e quartos, tudo ocupando 40 metros quadrados de área construída. As pessoas vão receber uma planta licenciada da prefeitura para que, se for o caso, possam efetivar a ampliação da área construída do imóvel.

ClickPB