prefeitura de Patos justifica gastos com empresa de lixo e ressalta legalidade

Em nota encaminhada à reportagem do PB Agora, solicitando direito de resposta, a prefeitura de Patos, no Sertão da Paraíba, justificou os valores pagos a empresa de lixo, contratada pela administração municipal. Aumento de trabalhadores e ampliação de materiais de logística são alguns dos argumentos apresentados.

Ainda conforme a nota, todo o processo segue dentro da legalidade, bem como os valores pagos pelo serviço

CONFIRA

DIREITO DE RESPOSTA Vimos de forma respeitosa, colaborar com a reportagem veiculada no site pbagora, no dia 25 de julho de 2017, que destaca a sua preocupação quanto ao que considera: “Gastos excessivos com uma única empresa, em apenas quatro meses”, referindo-se à coleta de lixo praticada na cidade de Patos, Paraíba, pela CONSERV CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA.

Para tanto, esclarecemos que o contrato firmado com a referida empresa, feito na modalidade de dispensa licitatória, atendeu a todos os requisitos da lei; e foi obediente à urgência que exige tal serviço. Haja visto, que a empresa licitada pela gestão anterior, de nome Light Engenharia, pedira o destrato de seu acordo, sem uma justificativa cabal, assim que a nova gestão assumiu a prefeitura.

A vigência do contrato com a CONSERV, iniciado no mês de janeiro deste ano, tem seu término ajuizado para o dia 27 de julho próximo.

Para que fique bem claro, os valores cobrados pela empresa CONSERV, durante esse período, estão abonados, em contrato, a saber: pelo aumento no número de trabalhadores, que antes era de 48 (quarenta e oito) e agora passou para 114 (cento e catorze); a ampliação da frota de caminhões, sendo mais um carro coletor e uma F 4000 à disposição da população; a extensão de serviços de varrição em todos os bairros da cidade, pois na gestão passada isso acontecia apenas nas áreas centrais; a coleta de lixo que está sendo feita duas vezes na semana, em todas as localidades de nosso município; e, por fim, pelo serviço de coleta de podas de árvores, que antes não existia.

A assessoria jurídica da prefeitura de Patos, através da equipe de licitação assegura que foi iniciado, no último dia 19 de julho, um processo licitatório, na modalidade pregão, para a contratação da empresa que ficará responsável pelos serviços de coleta, varrição, capinação e pintura de meio fio, dentre outros serviços, na cidade de Patos, Paraíba, tendo participado do certame três empresas, dentre as quais a própria CONSERV. Desde então, está sendo observado o trâmite licitatório legal, para a devida conclusão e posterior homologação da empresa vencedora, que assumirá tal serviço.

Acreditamos numa imprensa livre que respeita a opinião em contrário, na busca incessante pela verdade, principal pilastra do bom jornalismo; e, em participando, vigilante, da construção de uma sociedade justa, exalta a máxima de Rui Barbosa: “A imprensa é a vista da Nação”. Estamos à disposição para eventuais esclarecimentos, conforme a prerrogativa de uma gestão comprometida com o seu povo, sob o lema da honestidade e do trabalho. COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO

Redação