João Pessoa 21/02/2019

Início » Policial » Presas ateiam fogo em colchão durante briga motivada por ciúmes no Presídio Júlia Maranhão

Presas ateiam fogo em colchão durante briga motivada por ciúmes no Presídio Júlia Maranhão

A briga entre as três presas teria sido por motivo passional, motivada por ciúmes. Duas delas, que são de Campina Grande, teriam um relacionamento e houve um atrito por causa da outra que já estava na cela.

De acordo com informações da Gerência Executiva do Sistema Prisional (Gesip), não houve feridos graves. (Foto: Reprodução/assessoria)

Uma briga entre três apenadas no Presídio Júlia Maranhão, em João Pessoa, gerou tumulto na unidade prisional, no final da manhã desta quarta-feira (13). Uma delas colocou fogo no colchão e isso agitou as outras presas, provocando um grande tumulto. O GPOE Grupo Penitenciário de Operações Especias foi acionado para controlar a situação.

A briga entre as três presas teria sido por motivo passional, motivada por ciúmes. Duas delas, que são de Campina Grande, teriam um relacionamento e houve um atrito por causa da outra que já estava na cela.

De acordo com informações da Gerência Executiva do Sistema Prisional (Gesip), não houve feridos graves, apenas as presas que tiveram o atrito sofreram escoriações por causa da briga. As presas que se envolveram na confusão foram separadas, segundo informou o gerente da Gesip, Ronaldo da Silva Porfírio, que aguarda relatório para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

ClickPB